BRASIL – Um País de Oportunidades

O Brasil é um país de oportunidades. Mas está mais do que na hora de passar a ser um país de concretização destas oportunidades. Nosso país é inegavelmente um grande celeiro de talentos físicos, biológicos e naturais, mas é preciso um projeto de estado para que o Brasil possa alcançar o patamar a que tem direito em virtude de toda a sua genialidade. Temos um capital humano muito bom e promissor; pessoas de talento inegáveis e uma criatividade única.

Contudo, já está mais do que na hora de sairmos do status de ‘país em desenvolvimento’ e passarmos a ser uma Nação realmente desenvolvida. E isso não é utópico, mas totalmente possível. Para isso precisamos de um projeto de país, que contemple todas as gerações e possa oferecer aos cidadãos políticas públicas sérias, eficazes e efetivas, abrangendo todas as pessoas.

E dentro deste âmbito, a educação é um dos pilares principais. Não basta apenas garantir que mais pessoas cheguem ao ensino superior. É necessário primeiro que o ensino de base seja de qualidade para todos, especialmente às crianças, adolescentes e jovens. E essa política é uma das principais no que se refere ao enfrentamento e prevenção à criminalidade. São necessárias mudanças estruturais na gestão pública, de modo a se resgatar a credibilidade em nossos representantes e nos poderes constituídos. A imagem de corrupção, violência, desmandos, guerra entre poderes, instabilidade política e econômica são fatores que causam insegurança e desinteresse na atração de investimentos. 

A indústria, por exemplo, é um setor que tem sofrido para manter a competitividade. Ao longo das últimas 3 décadas, muitas empresas deixaram o Brasil em busca de condições de produção mais favoráveis em outros países, ao mesmo tempo que também aumentou o conteúdo importado da indústria remanescente. Pela ausência de investimento, a indústria nacional se distanciou da fronteira tecnológica e perdeu capacidade de competir no mercado global. O resultado disso é que o referido setor, que já representou quase a metade do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro respondeu por apenas 23,9% em 2022, de acordo com o levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Para sermos um país atrativo a investimentos externos precisamos também desburocratizar nosso sistema administrativo e gerencial, modernizar os processos, tornando o serviço público eficiente, eficaz, receptivo e totalmente resolutivo. 

A saúde em nossa pátria também necessita de um salto de qualidade para que o Sistema único de Saúde – SUS, que é um modelo muito bem projetado, venha ser, na prática, aquilo para o que foi concebido. Temos também um potencial energético e mineral esplêndidos, mas que dependem de planejamento e de uma visão holística e moderna que venha a explorar essas riquezas com sabedoria, sustentabilidade e efetividade.

De forma singular também temos um potencial natural que serve de exemplo para o Planeta. Está na hora do Brasil utilizar todo o seu potencial natural, de forma sustentável e responsável. É necessário investimento massivo em pesquisas, desenvolvimento e bioindústria, pois certamente a cura ou tratamento de vários males que assolam o Brasil e o mundo estão em áreas como a Amazônia.

Temos tudo para deslanchar e sermos uma nação de ponta, mas para isso é necessária uma nova visão de vida e de atuação, tanto por parte das autoridades, quanto principalmente da sociedade em geral, para que a nossa pátria possa ocupar novas posições que a façam desfrutar de tudo aquilo que tem.

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário