ZFM – PIM vai produzir radares de vigilância

Com a publicação do PPB, Suframa poderá incentivar fabricantes do equipamento

Se 2014 é um ano curto para a indústria em termos de dias trabalhados, a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) não perde tempo e inicia o ano com uma agenda repleta de novidades. A primeira vem com o PPB (Processo Produtivo Básico), inédito, para produção de Radar de Vigilância de Tráfego Aéreo. O novo PPB foi aprovado e publicado no DOU (“Diário Oficial da União”) de quinta-feira (2), através da portaria Interministerial de n° 386, de 30 de dezembro de 2013. De acordo com a autarquia, esta é mais uma conquista para geração de empregos e fortalecimento do modelo.
Segundo o superintende da Suframa, Thomaz Nogueira outros três PPBs de atualização –Máquinas e Terminais de Autoatendimento e Distribuidores (Dispensadores) Automáticos de Bilhetes Cédulas ou Moedas, Unidade de Disco Magnético Rígido e, Cartões Inteligentes (smart cards) também foram publicados na mesma data, o que traduzem os primeiros resultados das ações da autarquia em 2014. “Eu quero que inicie um bom ano, na quinta-feira (2) nós já tivemos publicação de alguns PPBs de HD o que é relevante, nós vamos ter nos próximos dias a publicação do PPB de bicicleta, motocicleta, moto aquática, o jet-ski. Nós começamos bem o ano. Eu não consigo ser pessimista”, anunciou Nogueira.

Economia em xeque
Thomaz Nogueira tem uma visão diferenciada na questão do comportamento da economia brasileira com relação a projeção do dólar para 2014. Ele é favorável ao realinhamento da moeda internacional a um patamar mínimo de R$ 2,50. “Isso refletiria mais corretamente, na minha visão, a posição da economia brasileira”, avaliou. Ele acredita que teria um aspecto muito positivo na questão das exportações, commodities agrícolas. “Se nós prestarmos atenção: a nossa safra de soja para os Estados Unidos foi enorme, então o mercado deve ficar comprador. Se ali estivéssemos com um dólar mais alinhado, mais barato para o cliente, poderia dar mais impulso para nós”, analisou.
Continuando na mesma linha de raciocínio, o superintendente vê nos produtos fabricados na ZFM um melhor grau de competição refletindo na produção externa com o dólar girando em torno de R$ 2,50. Ele mantém a cautela e alerta para um provável impacto nos insumos, mas que seriam absorvidos no custo dos produtos amparados pela Constituição através de adequação nos PPBs. Nogueira incluiu o ministro de Desenvolvimento, Fernando Pimentel e o secretário executivo da mesma pasta, Ricardo Schaefer, na mesma linha de raciocínio. “Eu acredito que o realinhamento do dólar em R$ 2,50 é positivo. O ministro Pimentel falou nessa linha e o secretário Schaefer , no dia 2, ao divulgar os números da balança comercial também tocou nesse ponto, eu acredito que é uma visão correta”, ressaltou.

Menos dias x mais demanda
Antes de trabalhar apenas a questão da redução do número de dias trabalhados neste ano, Nogueira considera que a demanda nacional será maior no ano da Copa, principalmente para o setor Eletroeletrônico, Comércio e Serviços fomentados pelo Turismo. “Um número menor de dias produtivos pode ser ajustado com escalas e outras soluções já conhecidas na Indústria, eu não tenho a menor dúvida, o aspecto positivo que nós vamos ter uma demanda maior, seja uma demanda nacional. E não esquecer a presença de um significativo número de visitantes -além do nosso padrão fora da curva -que vai gerar também mais consumo no país. Eu posso mais uma vez repetir que é um otimismo cauteloso, mas um otimismo sim, baseado na realidade”, concluiu o superintendente da Suframa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email