27 de maio de 2022

Ministro Paulo Guedes: a ZFM é dinheiro em caixa

Prezado Ministro Paulo Guedes: como o senhor sabe, ao longo das últimas décadas a população brasileira tem se beneficiado em seus orçamentos domésticos de uma importante economia direta de dinheiro proporcionada pela existência da Zona Franca de Manaus – ZFM.

Quem adquiriu televisores, videocassetes, celulares, disquetes, smartphones, CDs, motocicletas, aparelhos de ar condicionado, toca fitas, auto rádios, bicicletas e uma série de inúmeros outros artigos, economizou milhares de reais por não ter sido necessário pagar parte dos tributos que estariam nos preços, caso não fossem fabricados na ZFM.
Como a carga tributária do Brasil é de mais de 35%, considerada excessiva até pelos próprios governos arrecadadores, o remédio para o alívio do bolso tem sido a ZFM para os artigos oferecidos por ela.

Este ganho real permitiu ainda a compra de outros produtos e serviços, o que dinamizou a economia do país e da forma mais produtiva. Caso os produtos da ZFM fossem produzidos fora de sua área, com tributação mais elevada, o ganho do consumidor não existiria, e os tributos estariam nas mãos da administração pública, sempre menos eficiente para gerar atividade econômica.

Ao comprar em celular por R$ 2.500,00 fabricado na ZFM, e que custaria cerca de R$ 3.200,00 se fosse fabricado fora daquela área, a economia de R$ 700,00 pode ser direcionada ao restaurante, ao cinema, à pintura do muro ou a uma viagem, produzindo um efeito multiplicador em espiral crescente, gerando mais tributos e mais ocupação da população.
Lembremos ainda, prezado Ministro Paulo Guedes, que esta dimensão econômica vem de encontro à política do menos Brasília e mais Brasil apregoada pela atual administração federal através do senhor, cuja base é dita ser da liberdade econômica, da livre iniciativa e da economia de mercado.
Menos impostos é o que o Brasil deseja, e, portanto, a ZFM é o desejo do Brasil.
Dinheiro em caixa, dinamização da economia, geração de empregos em todo o país e redução de tributos: o nome disto é Zona Franca de Manaus.

O então Presidente da República General Castelo Branco ao assinar o DL 288/67 criando a ZFM, talvez não tenha destacado este amplo efeito econômico ao resto do país porque o foco à época era desenvolver a Amazônia, mas é inegável que os efeitos ocorreram.

Nos ajude a cuidar da Zona Franca de Manaus, Ministro – o Brasil só tem a agradecer!

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email