9 de maio de 2021

Xiaomi quer seu carro elétrico

Após portais asiáticos indicarem que a Xiaomi estaria disposta a entrar de vez no mercado automotivo com um carro 100% elétrico, esses rumores ganharam mais força e no fim da semana passada surgiram indícios de que o anúncio poderia estar mais próximo do que imaginávamos. De acordo com apuração da Reuters, a gigante chinesa deve mostrar mais detalhes de seu vindouro veículo elétrico nesta semana.

As informações colhidas pela agência revelam que a Xiaomi fabricará seus carros elétricos em parceria com a gigante automotiva chinesa Great Wall, que possui plantas por todo o país. A ideia da fabricante de eletrônicos é ter uma produção massificada e que torne os carros mais acessíveis, já que os preços comumente praticados nesse tipo de veículo são mais altos.

Além das estratégias operacionais, a Xiaomi vê em uma linha de carros elétricos uma maneira de lucrar mais. Com seus ganhos em smartphones bem curtos, ter uma oportunidade de vender esse tipo de veículo poderia trazer mais valor à empresa. Um ponto crucial dentro da estratégia da fabricante, segundo as fontes da Reuters, é de diversificar o portfólio.

Outro ponto que a Xiaomi também está levando em conta é a movimentação da concorrência. Sabe-se que Apple e Huawei estão trabalhando em projetos de carros elétricos e autônomos, o que pode dar a essas empresas ainda mais destaque e alavancar demais produtos.

Hoje a Xiaomi trabalha com inúmeros itens domésticos, como televisores, alarmes, micro-ondas e até tênis. Um carro elétrico certamente ajudaria, e muito, a empresa.

Novo Renault Logan tem peças registradas no Brasil

Marca francesa promete cinco lançamentos no Brasil até 2022
Foto: Divulgação

Peças da nova geração do Renault Logan já começam a aparecer no registro de desenho industrial do Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), indicando que o modelo compacto, possivelmente um dos cinco lançamentos que a marca francesa promete fazer no mercado brasileiro até 2022.

Além de peças como grade frontal e para-choques, o novo Renault Logan aparece na edição mais recente da Revista do Inpi, em peças como a lateral, lanternas, faróis, portas e em três opções de rodas de liga leve e uma de calota, que são as mesmas disponibilizadas no carro comercializado no mercado europeu.

O Inpi revela ainda o painel lateral da carroceria do novo Sandero , que se junta a outros componentes do hatch que já haviam sido patenteados no Brasil. Ambos os modelos são produzidos sobre a nova plataforma modular CMF-B, que em breve também deverá ser empregada em outros carros da empresa no mercado brasileiro, como a próxima geração do Duster e o futuro SUV de sete lugares derivado do conceito Bigster.

Geely anuncia lançamento de nova marca com foco em elétricos

Nova fabricante Zeekr atuará no mercado chinês
Foto: Divulgação

A marca chinesa Geely não teve uma história de sucesso no Brasil. Tanto que o empresário José Luiz Gandini, também presidente da Kia Motors, optou por interromper as importações dos veículos da marca em 2016. Mas a fabricante nunca deixou de investir no resto do mundo, principalmente na China, onde acaba de lançar uma nova marca chamada “Zeekr”.

A nova marca de veículos elétricos quer ser a “Tesla da China” com um investimento massivo de US$ 300 milhões. O objetivo da fabricante é aproveitar a crescente demanda pela categoria no mercado chinês. A sinergia com outras fabricantes do Grupo Geely, como Volvo e Polestar , será inevitável.

Os primeiros veículos da Zeekr devem aparecer no terceiro trimestre de 2021, com foco no segmento premium. Segundo a Reuters, os modelos serão feitos na plataforma Sustainable Experience Architecture (SEA) –arquitetura de experiência sustentável, em português.

A Geely promete lançar um carro elétrico da Zeekr a cada 12 meses pelos próximos cinco anos. Seu esquema comercial deve ser inspirado na Tesla, que vende veículos diretamente para o cliente final, sem o intermédio de concessionárias.

O Grupo Geely tem o plano de que todas as suas fabricantes tenham direcionamento para carros elétricos até 2030. Isso inclui Volvo, Polestar, Geely, Lynk & Co e a própria Zeekr, que será a primeira 100% eletrificada da empresa.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email