25 de fevereiro de 2021

Volkswagen confirma novo modelo elétrico para desbancar a Tesla

O CEO da Volkswagen, Ralf Brandstatter, revelou que a fabricante alemã está projetando um novo veículo autônomo elétrico. Segundo o executivo, o modelo irá se chamar Trinity e está marcado para aparecer em sua versão de produção em meados de 2026.

Para instigar os fãs, a marca publicou uma imagem do protótipo do Volkswagen Trinity coberto por um lençol, levantando diversas especulações sobre seu design. Apesar de ser um veículo largo, o Trinity aparenta ter uma queda a partir da metade da carroceria.

As formas do Volkswagen Trinity  indicam que o modelo pode ser a perua 100% elétrica que a fabricante prometeu no final de 2020, com características do conceito Space Vizzion.

A imagem publicada pela Volkswagen traz algumas considerações sobre o Trinity. A marca afirma que o modelo terá “nova arquitetura”, sugerindo que talvez ele não seja feito sobre a plataforma MEB dos atuais modelos elétricos da fabricante. A Volkswagen também promete modos de condução autônoma e uma misteriosa “nova abordagem de produção”.

General Motors firma parceria com Microsoft

Parceria é para venda de carros autônomos

Os carros autônomos ainda não são uma realidade do ponto de vista comercial, mas não quer dizer que as empresas não possam se mexer para deixar o terreno preparado para a chegada dessas máquinas. A General Motors, após mostrar suas diretrizes sobre eletrificação durante a CES 2021, segue seu planejamento e anuncia uma grande parceria com a Microsoft, que investirá na Cruise, subsidiária da montadora americana, para incorporar um sistema para venda de veículos autônomos. 

Segundo comunicado da General Motors, as empresas reunirão sua excelência em engenharia de software e hardware, recursos de computação em nuvem, conhecimento de manufatura e ecossistema de parceiros para transformar o transporte e criar um mundo mais seguro, limpo e acessível para todos.

Na prática, a Cruise vai fazer uso do Azure, plataforma de computação em nuvem da Microsoft, para comercializar suas soluções exclusivas de veículos autônomos em escala. A Gigante de Redmond, por sua vez, se aproveitará da profunda experiência no setor industrial da Cruise para aprimorar a inovação de produto com foco no cliente, com o objetivo de atender empresas de transporte em todo o mundo por meio do investimento contínuo no Azure.

Além da General Motors, a Honda é outra montadora que fará parte deste ciclo de investimentos. O aporte da gigante de Redmond será na casa de US$ 2 bilhões, o que, de imediato, elevará o valor de mercado da Cruise para US$ 30 bilhões.

Ford Fiesta foi o seminovo mais vendido pela internet em 2020

Ford Fiesta: hatch compacto deixou de ser fabricado no Brasil

A InstaCarro, startup que realiza intermediação na venda de veículos, revela quais foram os 10 modelos seminovos mais vendidos pela internet no Brasil ao longo de 2020. Apesar de ter sido descontinuado pela Ford em 2019, o Fiesta foi o modelo de destaque, superando Volkswagen Fox e Renault Sandero, que ocupam a segunda e terceira posição, respectivamente. 

O ranking dos veículos mais vendidos na web continua com dois modelos asiáticos para fechar o Top 5, com Honda Fit e Hyundai HB20. O Citroën C3 ficou na sexta colocação, enquanto o Fiat Palio ocupou a sétima posição.

Ford Ka e Honda Civic ocuparam a oitava e nona colocação, respectivamente, entre os modelos mais vendidos na web em 2020. Segundo a InstaCarro, dois modelos compartilham a décima colocação: Chevrolet Onix e Ford EcoSport . 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email