Você tem se comunicado da melhor forma?

Hoje em dia, independente do cargo que você ocupa, você pode ser chamado facilmente para falar em público, apresentar oralmente relatórios e projetos, e dirigir reuniões. Isso acontece frequentemente, mesmo que você não exerça cargo de liderança, e muito por conta da globalização.

Muitas vezes, você se relaciona diretamente com clientes importantes para o negócio da empresa e precisa estar preparado para lidar com isso.

Algumas empresas estão investindo em cursos de capacitação de seus colaboradores, além de serem bastante rigorosas no processo de seleção, mas se você não está trabalhando ou se sua empresa não se preocupa com isso, busque você mesmo a melhoria na sua comunicação. Como eu sempre digo, você é o responsável pela sua carreira.

Fale e escreva corretamente

Falar e escrever bem são ações cada vez mais exigidas em todas as áreas profissionais.

Para conquistar uma vaga ou garantir permanência no mercado de trabalho, a dica é preparar-se e qualificar-se para evitar deslizes na hora de se comunicar.

Devemos nos preocupar em falar uma língua estrangeira (o inglês ou espanhol, por exemplo), e ter um currículo impecável, uma aparência respeitável, mas não podemos esquecer de investir em uma ferramenta básica que é a nossa própria língua, o português.

Erros de português na comunicação verbal ou escrita depõem contra a imagem do profissional e também da empresa a qual ele representa. Além disso, esses erros também dificultam o primeiro motivo de qualquer investida de comunicação: fazer-se entender.

Pergunte a si mesmo: quando você passa uma mensagem, os outros conseguem entender claramente?

Evite gírias

Aqui em nossa cidade, por exemplo, é muito comum chamarmos “mano” e “mana”, mas em contatos profissionais eles devem ser evitados. Tanto em ligações telefônicas, como em mensagens de texto ou mesmo presencialmente, evite chamar o seu interlocutor de amor, flor, minha linda, meu rei, amiga. A ideia é passar profissionalismo.

Você sabia que ainda na primeira ligação telefônica de um processo seletivo você já pode ser desclassificado? Se a empresa precisar de alguém com boa comunicação, essas gírias, figuras de linguagem e até palavrões já serão verificados a partir desse momento, e você provavelmente irá deixar essa vaga para outra pessoa. O mesmo acontece para negociações e fechamento de contratos, um deslize pode fazer você perder o negócio. Atente nisso!

Dicas práticas

Aprenda a entender o outro. Ao observar o modo como as pessoas à sua volta se comunicam e preferem ser acessadas, você demonstra respeito a elas e facilita a troca de informações. Perceba e sinta o modelo de cada pessoa, estude seu interlocutor.

Atenção à sua fala: será que o modo como você se expressa é adequado? Muitas vezes nos esquecemos de observar a forma como falamos, e não avaliamos se estamos sendo assertivos ou ofensivos quando nos referimos aos outros. Portanto, preste atenção se o seu tom de voz, palavras, expressões físicas e faciais estão passando uma mensagem contrária a que deseja.

Não é só o falar e a forma, mas quando falar

Escolha o momento e o tempo certo para se manifestar. Embora o que você tenha a dizer seja importante, é essencial sentir e perceber a hora certa de falar. Muitas vezes, por falta de sensibilidade, acabamos nos comprometendo, além de também comprometer outras pessoas ao trazer assuntos em momentos errados.

Além disso, fortaleça sua comunicação com embasamento. Conhecimento técnico, boas leituras e domínio da língua falada e escrita conferem embasamento e maior capacidade de argumentação e diálogo.

Boa semana!

Fiquem todos com Deus!

*Paula Pedrosa é Diretora Executiva, Headhunter e Coach de Carreira da Paulo Pedrosa Headhunter & Associados. Colunista de carreira, mercado e imagem corporativa do Jornal do Commercio.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email