Vereadores do PSD negam conchavo

Permanecem especulações nos bastidores da CMM (Câmara Municipal de Manaus) sobre suposto conchavo entre os vereadores do PSD, Leonel Feitoza, Glória Carratte e a candidata à Prefeitura de Manaus, Vanessa Grazziotin (PCdoB).
De um lado, Feitoza desiste de concorrer à reeleição para apoiar sua amiga e também líder do partido PSD, Glória Carratte, que pela quarta vez concorre a uma vaga na Câmara, caso ela e a candidata do PCdoB, Vanessa Grazziotin, que é da coligação “Melhor para Manaus” (PCdoB, PSD/PMDB/PP/PSL/PT/PTN/PV) vençam, Leonel seria beneficiado com uma das secretarias municipais. Lembrando que Carratte é amiga da primeira-dama Nejmi Aziz, e conta com sua simpatia neste pleito.
Do outro lado, Feitoza mantem a neutralidade. Nem afirma, nem nega, mas diz ‘tratar-se de boatos de quem não tem o falar de si e que prefere falar dos outros (parlamentares)’. A candidata Vanessa está em Brasília cumprindo agenda no Senado. Na opinião de Carratte, as especulações são infundadas, ninguém sabe os motivos que levaram Feitoza a desistir da reeleição, mas ele apoia a vereadora por amizade de muitos anos, ele é o mais antigo vereador em atividade, são 24 anos consecutivos na Câmara, e ela completará 12 anos no final deste mandato, está como vereadora desde 2001.
Certeza é de que os vereadores Leonel Feitoza (PSD) e Mário Bastos (PRP), que estão fora das eleições, apoiam a candidatura à reeleição da vereadora Glória Carratte, que conta com a simpatia da primeira-dama do Estado, Nejmi Aziz, mas a distância, pois a ilustre amiga ocupa a presidência de honra do FPS (Fundo de Promoção Social), que a impossibilita de apoiar candidatos em eleições, mesmo sendo do PSD (Partido Social Democrático), partido do governo Omar Aziz.
Diante dessas especulações eleitoreiras, a vereadora Glória Carratte abriu discurso para o Jornal do Commercio, na manhã da última terça-feira (4), na CMM, “O que eu sei é que ele (Feitoza) não é candidato, e que ele está, sim, me dando um apoio. Que ele deixou de concorrer pra me apoiar por uma secretaria, isso não é verdade. A nossa candidata, Vanessa, dar uma secretaria, que eu saiba isso não existe. Qual o motivo dele não ser mais candidato, eu não sei, mas assim, eu posso contar com o voto e apoio dele, da família dele, ele é um dos meus melhores amigos aqui dentro da Câmara, ele e o Mário Bastos. Agora, sobre o apoio do governo e do partido, a primeira-dama é minha amiga, só que ela não está na campanha porque ela não pode e não tem tempo, só pode à noite, igual ao governador Omar, que só faz caminhada com a Vanessa sábado e domingo. Até que é bom, assim não vão dizer que a gente usa a estrutura do governo nas eleições. Eu caminho sozinha, minha bandeira é defender o interesse da população aqui dentro da Câmara, eu sou uma vereadora da comunidade, da periferia, das pontes, das escadarias, eu sou aquela vereadora que está presente com o povão”, afirmou Carratte.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email