Vereador Bibiano acionará MPE por obras inacabadas

O vereador professor Bibiano (PT) fará levantamento de obras paralisadas da Prefeitura Municipal de Manaus (PMM). O objetivo é acionar o Ministério Público do Estado (MPE-AM) solicitando abertura de inquérito civil com o objetivo de investigar possíveis atos de improbidade administrativa.
O parlamentar esteve na manhã desta segunda-feira (18), no Novo Israel, onde participou de manifestação popular em favor da retomada da obra do posto de saúde Frei Valério Di Carlo (rua Bom Jesus, s/n, Novo Israel).
A obra da unidade de saúde está paralisada há cinco anos e os moradores do bairro estão tendo de ser atendidos de maneira improvisada nas salas da igreja católica Santa Helena. Além da precariedade da estrutura, o espaço não está disponível para atendimento todos os dias. As pessoas em estado mais grave têm de se deslocar até a unidade de saúde mais próxima, que fica no bairro Galiléia.
“O nosso objetivo é percorrer as obras paralisadas, fazer levantamento de informações acerca de todas para saber, por exemplo, quantas empresas receberam recursos da prefeitura; quem recebeu e se recebeu qual o motivo pelo qual não finalizou a obra”, afirmou.
Professor Bibiano ressaltou que, caso tenha faltado recurso para a conclusão das obras, é mais um motivo para que se chegue aos responsáveis pelo déficit de R$ 350 milhões da prefeitura. “É direito do povo ser tratado com maior respeito. Não quero fazer apologia a nenhum partido político, mas levantar a bandeira do povo organizado”, frisou o parlamentar, que aproveitou para parabenizar a iniciativa do grupo responsável pela organização da manifestação no Novo Israel.
Segundo o vereador, é cedo para obter uma resposta da gestão atual da prefeitura, contudo, é preciso que a Câmara seja municiada da verdade dos fatos sobre o déficit, uma vez que esse recurso poderia ter sido usado para finalizar muitas dessas obras, que hoje estão inacabadas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email