Veneza é a terra dos canais e das gôndolas

Veneza (Venezia, em italiano), com 338 mil habitantes, é uma das mais belas cidades do mundo -e também uma das mais turísticas. Foi a primeira porta de ligação entre o Ocidente e o Oriente, rivalizou com muitas cidades por essa posição e foi, por um longo tempo, imbatível comercialmente. Daí vem sua influência bizantina -que você irá perceber, principalmente, na Piazza San Marco. Aliás, Veneza deve muito a Marco Polo, que daqui saiu para desbravar o Oriente.
Apesar de freqüentemente utilizada como parâmetro para outras cidades que a ela se comparam, que são chamadas de “Veneza do Norte” ou “Veneza do Oriente”, não existe outra. Veneza é única, até mesmo quando sua magia é levemente quebrada ao se perceber que a cidade vive mais para o turismo do que para a Itália. Mas como querer exclusividade sobre um lugar tão encantador?

São 117 ilhotas e mais uma centena de pontes. Esqueça as multidões e a eventual sujeira da cidade e deixe-se perder entre suas ruelas, becos e canais. Difícil não parar numa das pequenas pontes-escadarias ou simplesmente ficar horas de bobeira na Piazza San Marco. Faça o seu tour, antes que as águas definitivamente o façam por você.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email