Vendas com cartão somam 1,57bi

A indústria de cartões de crédito faturou o montante de R$ 1,57 bilhão no Amazonas, durante o primeiro semestre de 2007. Na comparação com a primeira metade de 2006, quando as empresas faturaram R$ 1,31 bilhão, as compras no cartão aumentaram 16,5% no Estado.
De janeiro a junho, os 1,6 milhão de plásticos utilizados pelos consumidores amazonenses realizaram aproximadamente 15 milhões de operações. As informações foram divulgadas nessa quinta-feira pelo Itaucard e compõem o estudo “O cartão de crédito e a economia”.
O levantamento faz parte da pesquisa Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento, realizada mensalmente pela empresa. Segundo o estudo, a população do Estado é uma das que mais utiliza o cartão de crédito na região Norte.
No primeiro semestre, 33,40% do faturamento regional dessa modalidade foi contabilizado no Amazonas, que também soma 32,65% dos plásticos utilizados nos sete Estados do Norte.
Até junho, as vendas efetuadas na região subiram de R$ 3,9 bilhões, no primeiro semestre do ano passado, para R$ 4,7 bilhões no mesmo período de 2007, acenando um crescimento de 22,3%. Já o número de plásticos saltou de 4,2 milhões para 4,9 milhões, em uma oscilação positiva de 15,1%.

Estado responde por 1,9% do volume de transações feitas

Em nível nacional, o Estado do Amazonas respondeu por 1,9% do faturamento computado pelas operadoras de cartão de crédito no período (R$ 83 bilhões) e teve a participação de 1,4% no volume total de transações.
Quanto ao número de transações e de cartões, o estudo do Itaucard aponta que as altas no primeiro semestre foram respectivamente de 18,5% e de 18%.
Na opinião do diretor de marketing de cartões do Itaú, Fernando Chacon, o crescimento do uso dos plásticos revela que o hábito do consumidor está mudando. “O brasileiro está cada vez mais aprendendo a utilizar o crédito, adequando a sua capacidade de pagamento ao consumo. Esse uso consciente é muito saudável, porque as pessoas compram de acordo com a sua renda”, analisou.
Conforme informações do Itaucard, um dos fatores que atestam a mudança de comportamento do consumidor brasileiro é a participação das compras parceladas no cartão durante o primeiro semestre de 2007, que superaram as vendas à vista ao atingir o índice de 50,1%.
Para este ano, o Itaucard estima que pela primeira vez na história, as compras parceladas no cartão vão atingir o percentual de 51,9%, com o montante de R$ 94,2 bilhões, deixando a modalidade à vista no segundo lugar da preferência do consumidor. “O cartão está tomando o espaço do cheque pré-datado e do dinheiro, porque cada vez mais o usuário usa o plástico para adquirir produtos de pequeno valor”, interpretou Chacon.
Na opinião do presidente do Corecon-AM/RR 13ª Região (Conselho Regional de Economia do Amazonas e Roraima), Martinho Azevedo, o crescimento do uso dos cartões de crédito é um reflexo da expansão do crédito na economia brasileira.
Além disso, o economista observou que o consumidor já começa a planejar o seu consumo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email