Venda direta, mais barata e lucrativa

As vendas por catálogo ou porta a porta, durante anos vêm sendo responsáveis por contribuir com a renda de milhares de famílias e este tradicional setor comemora altos números no Brasil. Em 2013, de acordo com a Abevd (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas), as vendas diretas atingiram a cifra de R$ 41,6 bilhões em volume de negócios e o segmento conta com mais de 4,5 milhões de empreendedores em sua força de vendas e cresce 7,2%.
Em Manaus, a venda direta funciona tão bem quanto no resto do país. Muitas pessoas estão largando carreiras para se tornar um revendedor de olho na alta lucratividade. Há casos em que o investimento chega a retornar em menos de um ano.
O tradicional conceito de venda por catálogo (ou porta a porta) ainda demonstra fôlego e fidelização entre os consumidores brasileiros, o que leva a constante e renovada procura pelo setor. Entre as razões dessa busca, estão a complementação da renda familiar e uma alternativa ao emprego tradicional, que possibilita trabalhar em horários flexíveis, ganhar conforme o empenho e crescer como pessoa e como profissional.
Há pouco tempo trabalhando como revendedora dos cosméticos Mary Kay, a contadora Lorena Pereira confirma as chances de crescimento no setor.
“Temos em nossa empresa duas formas de renda, vendas e carreira. Comecei nas vendas e hoje caminho para ser diretora, ganhando bonificações para trabalhar com equipe formada por pessoas contatadas por mim”, disse. As facilidades que o setor oferece são atrativos que justificam o número de agentes de venda direta no Brasil, atrás apenas dos Estados Unidos, Japão e China. A não exigência de formação profissional e a qualificação dada pela empresa escolhida, fazem com que alguns empreendedores tornem a atividade em sua principal fonte de renda. “Espero um dia viver exclusivamente dos cosméticos. Para se ter uma noção, com a venda de dois produtos do catálogo por dia, podemos ter uma renda de até um mil reais e é raro não fazermos vendas. Fui contatada em uma sessão de demonstração dos produtos e a senhora que fez este contato, é uma ex-vereadora que hoje tem sua renda nos cosméticos”, ressalta.
Ex-empresário do ramo de jogos (bilhares e vídeo games), Geraldo Magela da Silva, é o único franqueado em Manaus da Nação Verde, rede especializada em produtos naturais e orgânicos.
Magela ingressou no ramo pra cuidar de sua saúde física e financeira, após ser diagnosticado com stress que quase o levou a depressão.
“Fazendo pesquisas na internet, conheci a Nação Verde, me interessei, pedi catálogos e mais informações. Vi então que consultores e franqueados tinham uma boa margem de lucro, resolvi investir e larguei minha antiga ocupação. Em apenas oito meses com a franquia, praticamente 50% dos R$ 60 mil investidos foi recuperado, agora penso em abrir uma distribuidora da marca em Manaus”, resume.

Novas estratégias
Cativar a clientela e conseguir uma proximidade cada vez maior com o público são algumas das estratégias dos empreendedores.
Um bom exemplo disso está no modelo inovador que a Nação Verde tem em Manaus. A rede incentivou um dos franqueados a montar sua loja em uma multivan, levando aos clientes mais que amostras e catálogos. “Essa opção me permitiu ter mais mobilidade já que com ela eu posso praticamente levar uma loja inteira até a porta do cliente,” comenta. Além da loja móvel, Magela usa as redes sociais como vitrine.

Evento internacional
O país é o quarto no ranking mundial da WFDSA (World Federation of Direct Selling Associations) e no setor de cosméticos é o primeiro mercado em perfumaria, segundo em produtos para cabelos, masculinos, infantil, produtos para banho, depilatórios e proteção solar, terceiro em produtos para higiene oral e quarto em pele. As previsões são de que estes números de crescimento sejam mantidos em 2014.
Abrigando empresas de peso como Mary Kay, Amway, Natura, Herbalife, Jequiti, Tupperware, Eudora e Avon, entre outras, o Brasil atraiu a atenção da WFDSA e o país foi escolhido para sediar o Congresso Mundial de Vendas Diretas em 2014, o evento que ocorre em novembro no Rio de Janeiro, terá como tema central ‘Vendas Diretas: a Rede Social Original’. O tema se refere aos negócios na era digital, convergência de mídias, potencial do segmento mobile, engajamento e perspectivas para os próximos 10 anos. Informações no site www.wfdsa2014rio.com.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email