Venda de veículos usados aumenta no primeiro semestre

O mercado de veículos seminovos e usados vem seguindo maior demanda e mantendo o mercado aquecido em todo país. Dados da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores), sustentam que a compra de carros usados no Amazonas também segue como opção de investimento. A venda acumulada cresceu 24 % no primeiro semestre deste ano em relação a igual período do ano passado.

De janeiro a junho de 2021 foram mais 46.434 mil veículos comercializados. Em 2020, esse quantitativo foi de 37.423 veículos seminovos. Essa tendência de crescimento também foi observada no mês de junho deste ano, com resultado superior de 23,3%  a junho de 2020. O referido mês de 2021, contabilizou 9.794 veículos seminovos e usados vendidos, frente às 7.946 unidades comercializadas em junho de 2020.

Ao analisar os resultados do Amazonas, o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos considera que uma série de fatores têm se conjugado para as vendas de seminovos e usados estarem aquecidas. “A primeira razão é que o consumidor nunca deixou de querer comprar um carro. Ele apenas adiou a compra até perceber que a situação da pandemia iria melhorar, o que vem acontecendo neste ano”.

Além disso, ele menciona que o consumidor ainda quer ter um veículo próprio para evitar usar o transporte público como trens, metrô, carros de aplicativos entre outros, diminuindo as chances de contágio ao novo coronavírus. 

“Temos também um momento de falta de veículos zero quilômetro nas concessionárias, por falta de componentes. Essa dificuldade vem empurrando o consumidor para o seminovo e usado. Os agentes financeiros têm oferecido financiamentos também de forma mais ampla, o que ajuda a realização do negócio”. 

Um outro fator que está movimentando o mercado é o que chamado de “troca com troco”, que ocorre quando o consumidor tem uma dívida para saldar, procura uma loja e troca seu carro por um modelo mais antigo, e de menor valor, recebendo a diferença (troco) para saldar o compromisso financeiro que precisa. 

“Todos esses fatores conjugados têm impulsionado as vendas de seminovos e usados. Esperamos que com os sinais de recuperação que a economia vem dando, a continuação da vacinação em massa e a melhora do índice de confiança do consumidor, esses resultados positivos se mantenham pelas próximas semanas”, conclui. 

Alta em todo país

De acordo com a entidade, os números deste 1º semestre já superam os resultados do mesmo período de 2019’. Se para o setor de veículos usados o ano de 2020 não foi o esperado, por conta da pandemia de COVID-19, 2021 já mostra resultados bem mais robustos, inclusive maiores que os obtidos em 2019.

Relatório divulgado pela FENAUTO, entidade que representa os lojistas de veículos multimarcas, aponta que as vendas acumuladas no primeiro semestre de 2021 já superaram as registradas no mesmo período de 2019.

Segundo a entidade, em 2019 foram comercializados em média, diariamente, 54.802 veículos entre janeiro e junho. Já no mesmo período de 2020, esse número ficou em 36.323 e agora, no primeiro semestre de 2021, alcançou a marca média diária de 58.944 unidades.

O resultado obtido em junho também ficou positivo em 0,9%, com um total de 1.336.964 unidades comercializadas, contra 1.325.336 em maio.

Comparativamente com o mês de junho de 2020, o resultado positivo foi de 77,7%. No primeiro semestre de 2020 as vendas acumuladas chegaram a 4.540.419 de veículos e, no mesmo período de 2021, 7.367.947, ou seja, um aumento de 62,3%.

Mais uma vez o presidente da FENAUTO, Ilídio dos Santos, relembrou que “o resultado deste primeiro semestre, mesmo ainda sofrendo com os efeitos da pandemia, já é superior ao obtido em 2019, que foi um ano absolutamente normal, sem pandemia, lockdown e demais restrições. Com a contínua melhoria das condições da economia, a vacinação em massa, e o retorno da confiança do consumidor, provavelmente teremos um ano com bons resultados para o nosso setor”.

Mais demandados

No Amazonas, os modelos de automóveis mais comercializados em junho de 2021 foram o Gol, o Ônix e o Siena com 559, 347,319 unidades vendidas respectivamente. Entre os comerciais leves o modelo Strada, Saveiro e Montana, ocupam os três primeiros lugares no ranking 225, 213 e 172 unidades comercializadas.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email