Venda de veículos fecha com queda de 2,24%

Em novembro a venda de automóveis no Amazonas teve queda de -2,24% em relação ao mês anterior

Em novembro a venda de automóveis no Amazonas teve queda de -2,24% em relação ao mês anterior. Foram 2.185 unidades vendidas contra 2.235 em outubro. Já na comparação com novembro de 2011 houve um crescimento de 3,65% e no acumulado do período novamente sofreu queda de -3,54%.
Conforme os dados divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) na quarta-feira (5), o setor de duas rodas também registrou queda.
Do total de 4.958 veículos vendidos em novembro, o segmento de automóveis e comerciais leves, obteve a melhor performance quando registrou 2.940 vendas. As motos ficaram em segundo lugar com 1.917 unidades vendidas. Juntos caminhões e ônibus somaram 101 em vendas, que significa uma retração de -15,13% em relação ao mês anterior, de -47,94% comparando a novembro de 2011 e de -28,68% no acumulado do período.
No acumulado do ano foram registrados 22.028 automóveis vendidos no Amazonas. Em 2011, o número era de 22.837 unidades, representando uma retração de -3,54%.
Da mesma forma, a venda de caminhões caiu -26,09% em relação a outubro deste ano, por outro lado os ônibus apresentaram alta no mês de 22,22%. Juntas, as duas categorias registraram variação percentual negativa de -15,13% em outubro e de -47,94% no comparativo com a mesma temporada, em 2011, que no acumulado entre 2011/2012 permaneceu em baixa de -28,68%.

Motos

O mercado de motos continua em baixa. Foram comercializadas 1.917 unidades, de acordo com o estudo, o que representa -4,49% a menos do que o número alcançado em outubro que foi de 2.019 motos. No acumulado, registrou a marca de 20.684 motos vendidas de janeiro a outubro. Com a queda nas vendas, os índices permanecem inferiores aos do ano passado que registrou um total de 22.420 unidades. A variação percentual entre novembro deste ano comparado com mesmo período do ano passado houve retração de -8,20% nas vendas de motos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email