Vasco lança software voltado para fazer autenticação

A Vasco Data Security (www.vasco.com), que oferece software de segurança e é especializada em produtos de autenticação,faz o lançamento do seu DaaS (Digipass como Serviço) de autenticação.
Trata-se da mais nova solução de serviço agregada à já existente suíte de produtos voltados à autenticação forte da Vasco. Ela vai além da simples autenticação como serviço ao disponibilizar uma completa plataforma que incorpora o usuário, a empresa e o comércio eletrônico. Desta forma, o DaaS (Digipass como Serviço) oferece segurança sob demanda na identidade e na transação.

Até 2005, a Vasco era basicamente um fornecedor de hardware de autenticação (token) para o segmento financeiro. Com o crescimento de seus negócios, a margem de lucro da empresa ficou sob pressão. No ano seguinte, a Vasco lançou sua opção completa de estratégia de autenticação para os mais diferentes cenários, resultando em um modelo de negócios end-to-end.

A Vasco incorporou ao seu escopo o mercado de segurança corporativo e os canais indiretos, bem como expandiu sua presença com aplicações para os consumidores, como as voltadas para os jogos eletrônicos via internet. Na área de produtos, a empresa reforçou sua oferta de servidores e desenvolveu a linha de software Digipass. A combinação desses esforços resultou em um saudável mix de negócios.

Hoje, a companhia está expandindo sua oferta com base nas crescentes necessidades das aplicações online. Diversos serviços oferecidos são desafiados pelos custos associados com a adição de autenticação forte. Além disso, alguns fornecedores têm barreiras para implementar a segurança dos usuários em razão da baixa frequência de uso, dos valores nominais das transações ou da falta de recursos exigidos para distribuir hardware e/ou software para os usuários finais. O Digipass como Serviço chega para levar a autenticação Vasco a esses consumidores.

O DaaS foi criado para permitir segurança às múltiplas aplicações dos usuários finais com um único Digipass. Hoje, as empresas estão tornando seguros com o Digipass os acessos a e-mails, a redes e a sistemas como ERP e CRM. Essa autenticação como serviço é construída em um modelo já existente através de uma plataforma na qual os consumidores podem ingressar em suas redes sociais com total segurança através de um Digipass.

Para usuários finais, o gerenciamento de senhas de acesso é um verdadeiro pesadelo. São diferentes senhas para serviços bancários, redes sociais, cartões de crédito e webmail. O objetivo da Vasco é tornar viável a essas pessoas o acesso a inúmeras aplicações com um único dispositivo Digipass. O DaaS torna esse cenário possível.
Para os que possuem uma aplicação e para as companhias, os benefícios do DaaS são evidentes, tais como baixo custo, facilidade de distribuição e atendimento das expectativas, compartilhamento dos custos de retaguarda de TI, atendimento às demandas do mercado e proteção contra perdas em razão de divisão de contas.

Além dessas vantagens, o DaaS gera uma oportunidade para serviços adicionais aos usuários finais, transformando-se em uma potencial fonte de receita e permitindo o intercâmbio de mercado com fornecedores que são líderes mundiais.
“O lançamento do Digipass como Serviço é um passo fundamental na evolução de nossa empresa. Nós acreditamos que a combinação do DaaS com nossas soluções já existentes permite trazer qualquer aplicação on-line ao alcance do Digipass, a autenticação líder mundial de mercado da Vasco”, analisa Jan Valcke, presidente e COO (chief operational officer) da Vasco.

“Atualmente, um elevado número de aplicações online e seus usuários não estão aptos a se beneficiar da segurança reforçada presente na autenticação forte”, acrescenta o executivo. “Como possíveis entraves estão a baixa frequên­cia de uso da aplicação ou a movimentação de valores relativamente baixos. Apesar de tudo isso, essas aplicações podem também ter um alto valor para o usuário final. Para nós da Vasco, todas as aplicações on-line têm o direito de ser protegidas com a autenticação Digipass”, conclui Valcke.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email