Varejo lidera em novos negócios do Amazonas

Quando o assunto é empreender, o segmento varejista lidera essa demanda. A presença de microempreendedores nessa área vem impulsionando cada vez mais a atividade que está entre as mais atrativas para os empreendedores amazonenses. Dados do Sebrae-AM apontam que de janeiro a maio deste ano o mercado despontou em oportunidades de negócios. Nos primeiros cinco meses de 2021 o comércio varejista em geral, alimentos e produtos de limpeza, além de vestuário e acessórios no estado,  registrou mais de 11 mil novos MEIs (Microempreendedores Individuais). 

Números que acompanham o cenário nacional com um levantamento realizado pelo Sebrae ao confirmar que entre as 10 atividades econômicas que mais atraíram a atenção dos empreendedores brasileiros, o segmento está no topo da lista. De acordo com o levantamento, 

essas atividades já geraram mais de 1 milhão de novas empresas em 2021 – ao longo de todo o ano passado, foram registrados cerca de quatro milhões novos CNPJ registrados. Neste ano já foram 56 mil novos CNPJ abertos. Nos últimos anos, a atividade tem se mantido entre as mais procuradas pelos empreendedores.

A microempreendedora individual Débora Freitas faz parte do grupo que optou pela atividade nesse nicho. E revela que a experiência no mercado tem sido cada vez mais desafiadora, ao considerar que a pandemia forçou a migração para uma área que ela nunca imaginava atuar.

“Fui demitida em 2020, desde então, estava sem rumo sobre o que fazer. Mas eu tinha em mente que eu devia investir o dinheiro da minha rescisão em algum tipo de negócio. Pesquisei mercado, busquei orientação e decidi emplacar no ramo de vestuário. Ainda estamos na fase de adaptação, começando,  por enquanto, somente com vendas online”.  Para Debora mais que investir é saber atender o público e ter um diferencial. “Em breve, estaremos no nosso espaço físico”, declarou.

Para o  Analista Técnico Sênior do Sebrae-AM Marcelo Souza da UAR (Unidade de Atendimento e Relacionamento), é um mercado em expansão, porque ele reflete a necessidade das pessoas se reinventarem em tempo de pandemia.  “Um momento em que os empregos diminuem sobra criatividade para abrir o negócio próprio, neste caso o Sebrae oferece todas as condições para que o MEI tenha as ferramentas para ir em frente, com gestão financeira, planejamento de estoques, novas formas de comércio,através das redes sociais, e orientação para o crédito”. 

Raissa Siqueira entrou para o mercado de alimentação em março deste ano, quando passou a produzir ovos de chocolates. Com o tempo ocioso e fora do mercado de trabalho há pouco mais de um ano, apostou na Páscoa e garantiu bons lucros. A resposta positiva nas vendas despertou ainda mais a busca por outros tipos de doces. Ela tem participado de cursos de capacitação profissional para aprender novas técnicas para comercialização de bolos, doces e salgados. “É um mercado vasto. As pessoas amam comer. É pensando nisso que eu tenho me especializado cada vez mais. A minha ideia é abrir a minha loja física. Mas, no momento, o foco é no aprendizado”. 

A crise financeira  instalada pelo coronavírus impôs a muitas pessoas a necessidade de empreender, o que fez aumentar o número de  MEIs. No Amazonas, são mais de 113 mil em todo o Amazonas com negócios de pequeno porte cujo faturamento anual é de até R$ 81 mil. 

Confira as Top 10 atividades econômicas dos empreendedores em 2021

1. Comércio varejista de vestuário e acessórios – 56 mil

2. Promoção de Vendas – 46 mil

3. Cabeleireiro, manicure e pedicure – 36,5 mil

4. Fornecimento de alimentos preparados para consumo domiciliar – 32,5 mil

5. Obras de alvenaria – 32 mil

6. Serviços de documentação e apoio administrativo – 29,5 mil

7. Restaurantes – 28 mil

8. Lanchonetes, casas de chá, sucos e similares – 24 mil

9. Transporte de cargas – 22 mil

10. Comércio Varejista de bebidas – 21 mil

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email