Vamos trocar a Dor por um Sorriso

Diariamente são muitos os pacientes que me procuram no consultório para resolver os sintomas de dores na face, eles são encaminhados por colegas cirurgiões dentistas de outras especialidades, médicos e os demais por acompanharem meu trabalho nas redes sociais. A acolhida a quem sofre com as terríveis e insuportáveis dores na face realmente faz toda a diferença, afinal o paciente precisa sentir segurança e confiança no que será feito para ajudar. 

Na primeira consulta a queixa principal é a dor na face associada a Disfunção Temporomandibular ou DTM que relacionada a um histórico de sono irregular, irritabilidade, preocupações, vida sedentária, falta de dentes e ou as alterações dentárias levam o paciente ao limite do desespero algumas vezes. Esse quadro conduz ao reflexo da tensão e do estresse que faz a pessoa apertar com muita força os dentes (apertamento mandibular) ou ranger os dentes (bruxismo), desencadeando alterações de posicionamento dental; perdas dentárias, trauma local, dores musculares e doenças degenerativas articulares.

Diante desse panorama procuro concentrar meus esforços e conhecimento para melhorar o quadro do paciente proporcionar uma vida mais saudável e de qualidade. É importante saber que a DTM não tem cura e sou transparente com a pessoa enferma deixando clara esta condição, mas nem tudo está perdido já que a Disfunção Temporomandibular tem controle e tratamento clínico adequado, sempre sendo executado por um CIRURGIÃO DENTISTA QUALIFICADO.

Cabem aqui considerações importantes, por ser esse processo degenerativo progressivo o tratamento deve ser levado a sério, quanto mais cedo for feito o diagnóstico e início da correção com medicação para as dores na face e ou articulares, tratamentos para restabelecer uma oclusão adequada melhor será o resultado. A segunda ponderação é a de que o paciente tem papel fundamental no plano de tratamento pela necessidade de praticar exercícios físicos, fazer dieta adequada, tomar a medicação, melhorar a qualidade do sono, e principalmente reduzir o estresse em sua vida.

 A boa notícia é que 95% dos casos tem uma melhora substancial somente com o tratamento clinico e pode ser controlado por toda vida, lembrando que a DTM não tem cura, mas controle. Você pode estar se perguntando sobre os outros 5% que não são controlados apenas com o tratamento clínico. Bem, para isso ainda temos uma gama de opções cirúrgicas, entre elas destaco a ARTROSCOPIA que consiste em um procedimento cirúrgico endoscópico minimamente invasivo do qual se examina e, por vezes, se realiza o tratamento dos danos anatômicos do interior de uma articulação. 

Com a pandemia da covid-19, o estresse e o medo prevenir e cuidar da DTM é primordial.  Marcar uma consulta com um cirurgião dentista e conhecer os tipos de tratamentos podem garantir mais qualidade de vida e a chance de trocar a Dor por um Sorriso. 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email