Vamos falar de Sucesso Profissional?

Como eu atuo diariamente e diretamente com desenvolvimento profissional e alavancagem de carreira, é muito comum receber a pergunta: Como eu faço para ter sucesso profissional? Eu queria muito ter uma fórmula pronta e estratégias extremamente específicas, que seguidas como receitas de bolo chegassem o mais próximo do sabor comum para todos que seguissem fielmente os passos, em seus detalhes de ingredientes, temperatura, marcas e até a espessura da forma.

Infelizmente são muitas as variáveis potencializadoras e inviabilizadoras para se gerar um guia único e aplicável para todas as situações, cenários e pessoas. Claro que existem caminhos, ferramentas e técnicas que facilitam, favorecem e realmente geram resultados significativos para os que conhecem e aplicam. Tenho visto resultados extraordinários com as pessoas que se dedicam para fazer o que precisa ser feito e buscam mentoria especializada para aplicar metodologias de sucesso.

No entanto o primeiro passo, e digo, o passo mais importante começa dentro de você. Começa com o modelo de pensamento instalado em você sobre vários aspectos que envolvem sucesso profissional. Começando inclusive com o que é sucesso para você. Obviamente que o sucesso é uma medida muito individual e cada um de nós tem sua própria régua para validar se tem ou não o sucesso esperado.

Mas e se você enxerga sucesso de forma escassa, do tipo: prefiro ter sucesso em minha família que sucesso profissional. Por que mesmo você mistura dois pilares da vida como se fossem comparáveis? Em uma escala de valores, podem até ter uma hierarquia diferente, mas será que realmente não é possível ter felicidade e sucesso familiar, felicidade e sucesso profissional?

Se buscarmos no dicionário a definição da palavra sucesso, vamos encontrar coisas como: ter êxito em algo, bom resultado, triunfo. Eu acredito e tenho experimentado o êxito, bom resultado e triunfo no íntimo do meu lar e na realização da minha carreira. Isto também significa que não estamos falando de um feito, estamos falando de um hábito. Estamos falando de um estilo de vida que confere resultados favoráveis, embora ao longo do caminho dificuldades e obstáculos sejam enfrentados.

Independentemente dos critérios utilizados para definir o que é sucesso, é fato que muitas pessoas estão em busca de alcançarem seus objetivos e serem bem-sucedidas. Em nenhum momento estou falando de bens materiais, mas ter uma vida profissional de sucesso em qualquer área, em qualquer profissão, em qualquer atividade, por mais simples que elas possam parecer. Se você também tem essas metas para a sua vida, é importante investir na sua carreira, principalmente em relação a aprimorar as suas competências técnicas,  comportamentais e emocionais para avançar no domínio do que fazer, encontrar as melhores formas de agir, além de conhecer e saber lidar com as suas emoções.

No campo de competências técnicas, descobrir quais informações, práticas, métodos, tecnologias, sistemas, processos, normas e outros requisitos de conhecimentos e habilidades você precisa adquirir para fazer bem feito e de forma diferenciada o que a maioria faz de maneira comum, para que então destaque-se e possa dar passos à frente.

No campo de competências comportamentos, descobrir e aplicar as atitudes que precisam aparecer para o sucesso pretendido, é a única forma para que a ação seja a mais assertiva possível em cada um dos eventos do dia a dia, e assim ter a possibilidade real de gerar o resultado. E quando digo ação, não me refiro somente ao que precisa ser feito, mas também significa tudo o que precisa deixar de ser feito.

Quero fazer uma alerta ao comportamento, lembrando que ele é impulsionado pelas emoções, mas nasce em um pensamento. Sendo assim, suas crenças podem representar bloqueios para seu crescimento. Um dos principais obstáculos que impedem você de avançar e alavancar sua carreira são as crenças limitantes — aqueles pensamentos criados com base em experiências passadas, que fazem com que você acredite que não é capaz de realizar alguma coisa ou que não é possível alcançar determinado objetivo. Se você não acredita que é capaz, não aprende e se não aprende, não faz. Simples assim!

Pense comigo! A carreira é feita de muitos desafios. Estes podem vir do mercado, do chefe, dos clientes, de capacitação ou de diversas outras fontes, mas o maior desafio para o seu progresso profissional, pode vir de você mesmo. As crenças limitantes reduzem seu potencial antes mesmo de dar uma chance para vencer.

Por exemplo, vamos dizer que você tem uma crença limitante de que não é uma pessoa capaz de liderar. Automaticamente você está excluindo a possibilidade de sucesso em qualquer atividade que exija liderança e bloqueando as inúmeras opções de você desenvolver-se como líder. Mesmo em momentos que provavelmente você conseguiria fazer bem o papel de conduzir, influenciar, estimular pessoas. Simplesmente desiste antes mesmo de começar. É um pensamento cômodo pois você está dizendo a si mesmo que as coisas são assim, nada vai mudar e, portanto, não precisa fazer nada. O problema é o quanto você perde com isso. São oportunidades inexploradas e conquistas viáveis deixadas para trás.

Na carreira, existem muitas crenças limitantes que devemos ter cuidado para que não atrapalhem o nosso crescimento.

Por exemplo: não consigo um emprego sem experiência e não consigo experiência sem um emprego. E se você pensasse que pode criar suas próprias experiências?

Experiência não necessariamente significa ter um contrato de trabalho e uma carteira assinada. Você pode criar experiências no seu currículo de outras formas, como por exemplo, fazendo trabalhos voluntários não remunerados. Pode trabalhar numa ONG ou pode ajudar um professor em algum projeto extra classe por exemplo. Pode se oferecer para fazer um estágio não remunerado na empresa, loja ou escritório de alguém que você conheça. O importante é perceber que você pode criar a sua própria experiência.

O mercado está horrível, então é melhor eu me dar por satisfeito onde estou. Que tal pensar e ver que existem pessoas crescendo na carreira mesmo em cenários desafiadores?

Existe uma verdade ao dizer que o mercado está difícil e, certamente, ter um emprego já é motivo de gratidão. Mas daí a deixar que isso seja um limitador para o seu crescimento profissional é bem diferente.

Embora o mercado esteja difícil, continua contratando, empresas continuam vendendo e tantas outras oportunidades estão disponíveis para quem consegue perceber.

Entender quais são as crenças que você tem em relação a sua carreira e que estão limitando o seu desenvolvimento é peça chave no caminho do crescimento profissional. Quando mal resolvidas podem deixá-lo paralisado, causando uma inércia que pode impedir o seu progresso. Claro, não quer dizer que tudo é possível, mas quer dizer que não precisamos criar limites onde eles não existem. Identificar quais são as suas crenças e reformulá-las pode ser o caminho para liberar uma nova fase de conquistas.

No campo das emoções, o autoconhecimento e desenvolvimento de suas competências intrapessoal (com você) e interpessoal (com o outro), favorece para as 5 capacidades percebidas nas pessoas com maior inteligência emocional, que são: conhecem as suas emoções, sabem lidar com as emoções, motivam-se, são empáticas e possuem habilidades sociais.

Reforço que ter sucesso é muito pessoal e de fórmula complexa para generalizar, pois tem relação direta com seu propósito, com sua identidade, sua história, seu momento de vida. De toda forma, pode ser conquistado de maneira integral, que envolve não apenas o lado profissional, mas também o familiar, o social e o espiritual. Uma visão capaz de unir trabalho com realização pessoal e lucro com transformação social. Eu acredito! E você?

*Cintia Lima é Psicóloga, Master Coach e Mentora Organizacional [email protected] – 92 981004470

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email