Vacas prenhas e bezerros recém-nascidos precisam de cuidados especiais

Com a concentração de nascimentos de bezerros nesta época do ano, principalmente na região Central do Brasil, os cuidados com a saúde da vaca nos últimos meses de gestação, bem como com os bezerros recém-nascidos, devem ser redobrados, caso contrário o desempenho produtivo do rebanho pode sofrer prejuízo.
As vacas prenhas devem ser bem alimentadas e ter à sua disposição água de boa qualidade. No último trimestre de gestação esses animais devem ser levados para um local limpo, com boa pastagem, protegidos das altas temperaturas e onde possam ser observados.
O manejo deve ser feito de forma tranqüila evitando traumatismos, pancadas ou qualquer ação violenta que cause estresse ou risco de aborto.

Os nascimentos, preferencialmente, devem ser acompanhados e eventual problema de parto deve ser resolvido. Outro detalhe a ser verificado é a primeira mamada do bezerro que deve acontecer nas primeiras seis horas vida.

O colostro é a primeira secreção mamária de alto valor nutritivo que transfere imunidade ao recém-nascido. Segundo o médico-veterinário da Embrapa Gado de Corte, Pedro Paulo Pires, o colostro é essencial para garantir o bom desenvolvimento do animal.

Essa categoria, disse o especialista, é a mais susceptível a doenças e onde há o maior registro de perdas por morte ou seqüelas. Ainda sobre o colostro, Pedro Paulo diz que esse é um alimento insubstituível e importantíssimo. “ Caso a mãe morra logo após o nascimento ou rejeite o bezerro, este deve ser colocado para mamar em outra vaca recém-parida ou até receber o alimento descongelado”, explica.
O colostro pode ser recolhido das vacas e congelado em frasco devidamente higienizado. Esse procedimento visa atender casos em que bezerros são impossibilitados de receber a primeira mamada da própria mãe ou de outro animal. Dessa forma o recém-nascido receberá a proteção que tanto precisa para garantir um desenvolvimento saudável.

Outro procedimento tão importante quando a mamada do colostro é curar o umbigo do bezerro. O tratamento deve ser feito logo após o nascimento para evitar contaminações por agentes infecciosos ou bicheiras.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email