Usuários preferem atendimento online

A internet passou a ser o principal canal de atendimento bancário no Brasil em 2009. Pesquisa realizada pelo BC (Banco Central) e divulgada ontem mostra que as operações via internet, home e office banking responderam por 30,6% de todas as transações entre clientes e bancos no ano passado, com 8,36 bilhões de operações.
Com esse desempenho, a web ultrapassou os caixas eletrônicos que, até 2008, lideravam as transações bancárias. Em 2009, os caixas automáticos responderam por 29,8% do movimento com 8,13 bilhões de operações. Um ano antes, a liderança do movimento ainda era dos caixas eletrônicos, que haviam respondido por 32,2% das operações, enquanto a internet tinha 29,4% das operações.
Entre 2008 e 2009, o número de transações via web aumentou 15,6% Na mesma base de comparação, o movimento nos caixas eletrônicos avançou 2,7%. Entre os demais canais de atendimento, as agências estão em terceiro no ranking do BC, com 23,8% do movimento registrado em 2009 ou 6,5 bilhões de operações. Em seguida, a parecem os correspondentes bancários (9,5%), atendimento telefônico (5,9%) e operações eletrônicas por telefonia celular e aparelhos do tipo PDA (0,4%).

Pagamento de conta em correspondentes

A pesquisa Diagnóstico do Sistema de Pagamentos de Varejo no Brasil aponta que o brasileiro prefere pagar contas e tributos nos correspondentes bancários, pontos de atendimento fora dos bancos, como as lotéricas, supermercados, farmácias e padarias que são cadastrados pelas instituições financeiras. Dados mostram que 35,6% dos pagamentos desse tipo de conta em 2009 aconteceram nos correspondentes bancários.
Em segundo lugar do ranking dos pagamentos, a internet e as agências tradicionais aparecem com 27,1% cada no recebimento de pagamentos de contas. Bem atrás, o pagamento nos caixas eletrônicos respondeu por 9,5% das transações, a liquidação via central telefônica teve 0,5% das operações e o celular gerou apenas 0,1% do movimento total.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email