Uso de cartões cresce 17% no semestre

Meios eletrônicos de pagamento já respondem por 50% do volume gasto pelos brasileiros

O mercado de cartões de crédito e débito movimentou R$ 384 bilhões no primeiro semestre deste ano, um crescimento de 17% sobre igual período do ano passado, segundo balanço divulgado pela Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), nesta terça-feira (29).
Os cartões de crédito movimentaram R$ 249 bilhões, um crescimento de 14,7%, enquanto os de débito registraram faturamento de R$ 135 bilhões, alta de 21,6%, de acordo com a pesquisa.
No primeiro semestre, foram realizadas 4,3 bilhões de transações (alta de 13,2% ) com cartões. Desse total, 2,1 bilhões são de movimentações com crédito (aumento de 12%) e 2,2 bilhões com débito (+16%).

Posse

A posse de cartões entre a população com mais de 18 anos de idade em onze das principais capitais brasileiras atingiu 76%, segundo o levantamento. Em comparação ao ano passado, houve uma alta de 1 ponto porcentual, atingindo um total de 20,4 milhões de pessoas com ao menos um cartão, seja de crédito, de débito ou de loja.
Os meios eletrônicos de pagamento já respondem por 50% do volume financeiro gasto por mês pelo brasileiro, apresentando uma evolução de participação gradativa frente aos 42% de 2011, segundo a pesquisa. Esse ganho foi obtido com a redução da representatividade dos demais meios de pagamento, como dinheiro, cheque, boleto bancário e carnê. A fatia de dinheiro em uso foi a que mais reduziu no período, de acordo com a pesquisa, recuando de 43% para 37%. Já a participação do cartão de débito subiu de 19% para 23%.
O cartão de débito, segundo a pesquisa deste ano, registrou o maior índice de posse, com 64%, seguido pelo cartão de crédito (50%) e pelo de loja (27%). A posse de cartões segue mais elevada entre a população das classes A e B, com 90% de penetração. Entre a classe C, essa fatia é de 70%, enquanto entre as D e E, atinge 42%. A pesquisa ouviu aproximadamente 4 mil consumidores e responsáveis por estabelecimentos comerciais, no período compreendido entre os meses de maio e junho deste ano

Private label

Os cartões de crédito, débito e de loja, os chamados private label, aumentaram sua presença nos meios de pagamentos utilizados pelos brasileiros. Como avanço dos cartões, dinheiro e cheque perderam espaço. A representatividade desses meios, que na última edição da pesquisa era de 58%, caiu para metade dos pagamentos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email