28 de fevereiro de 2021

União solidária traz apoio para quem mais precisa

A sociedade civil não percebe, mas quando ela se une, consegue realizar feitos incríveis, como agora, com a situação caótica que Manaus está vivendo, pessoas solitárias, grupos de amigos, empresas se unindo para conseguir, num primeiro momento, tubos de oxigênio, e agora, por extensão, EPI’s, alimentos e água para quem precisa.

A Ação Social Integrada do Polo Industrial de Manaus, foi criada no ano passado, quando a pandemia chegou a Manaus, reunindo Fieam, Cieam, Eletros e Abraciclo, ou seja, as quase 500 empresas do Distrito Industrial.

“Naquele momento conseguimos reunir 250 toneladas de alimentos que foram distribuídos para famílias necessitadas”, falou Régia Moreira, coordenadora da Ação.

“Agora, assim que a situação se agravou, nos reunimos na sexta-feira e começamos as solicitações de doações”, completou.

Entre os itens solicitados pela Ação Social, além de alimentos, máscaras, luvas, aventais, oxímetros e termômetros. Já receberam as primeiras doações os hospitais Platão Araújo, João Lúcio, 28 de Agosto, Delphina Aziz, Santa Júlia e hospital de Itacoatiara. Já doaram: Água Mineral Yara, VV Refeições, Visteon, Technos, Essilor, Oriente e A&M Camisetas.

Contato para doações: 9 8127-3131

Time do Bem

 Time do Bem realizou diversas doações em unidades de saúde da capital amazonense

Criado pelos empresários Marx Gabriel e Antônio José Alecrim, o Time do Bem surgiu há uma semana realizando entregas de lanches e refeições para profissionais de saúde e acompanhantes de pacientes. Com a situação caótica em que ficou a rede hospitalar de Manaus, logo outras pessoas passaram a integrar o Time, que hoje conta com mais de dez pessoas.

As iniciativas cresceram junto com o grupo que integrou aos itens para doação, medicamentos e materiais hospitalares.

“Não temos horário para agir. No sábado, 16, entregamos máscaras de ventilação não invasiva, no Hospital João Lúcio, às 1h da manhã”, falou Júlia Regina Gabriel, uma das voluntárias do projeto.    

Também no sábado, parte do Time ultrapassou as fronteiras de Manaus e foi levar itens para Novo Airão, Carauari e Presidente Figueiredo.

“Estamos em contato com a Secretaria de Saúde, diretores dos hospitais e UBS (Unidades Básicas de Saúde) e as doações são feitas diretamente aos responsáveis pela unidade”, falou.

Com menos de uma semana de atuação, o Time do Bem já entregou mais de 5.400 refeições, alcançando 19 hospitais e unidades de atendimento do Amazonas.

E um reforço de peso se uniu a eles: Amazonas Shopping, Manauara Shopping, Manaus Plaza Shopping, Millennium Shopping, Shopping Grande Circular, Shopping Ponta Negra, Sumaúma Park Shopping, Shopping ViaNorte e Studio 5.

Além dos shoppings, empresas de bebidas, lojas, drogarias, e de diversão. Só de alimentos são 17 cafés, restaurantes e pizzarias, e muitos empresários estão doando como pessoas físicas.

O Time do Bem recebe doações de alimentos, medicamentos e equipamentos hospitalares no Balneário do Sesc, av. Constantinopla, 288, Alvorada.

Além disso, quem não conseguir se deslocar até o ponto de coleta poderá entrar em contato com eles, que irão pegar as doações em casa.

Contato para doações: 99187-1859 – Instagram: @timedobem

Banzeiro Solidário

O nome do grupo é bem nosso, aqui da região: Banzeiro Solidário, e foi criado no começo da pandemia, em março do ano passado por Arnaldo Felisberto, preocupado em levar alimentos a quem teve seus empreendimentos e pequenos negócios fechados por força do isolamento social, mas agora veio a segunda onda do coronavírus e a ação foi reativada. Na primeira onda da pandemia, o Banzeiro Solidário fez sua primeira ação doando quase mil cestas. Naquela época, Arnaldo comprou dez cestas básicas, com dinheiro próprio, mas como viu que aquilo era muito pouco, começou a pedir ajuda e conseguiu adquirir 951 cestas entregues em Manaus, Maués e Presidente Figueiredo.

“A segunda onda chegou e, além de afetar nossa saúde, também tem impacto direto na renda das pessoas. Temos muitas comunidades, áreas de invasão e pessoas em situação de vulnerabilidade que não são atendidas por programas sociais. E se a pandemia vem de onda, a gente responde com Banzeiro”, falou Arnaldo.

O Banzeiro Solidário solicita doações de cestas básicas, itens de higiene e até ração para animais domésticos. O grupo pede que todo o material seja comprado em pequenos comércios de bairro “para fomentar a economia dessas áreas, dessa forma todos os lados ganham: quem vende, quem recebe e você que doa”, avisou.

‘Juntos a gente enche a cuia de todo mundo’, é o lema do Banzeiro Solidário.

Contato para doações: 9 9126-0548 – Instagram: @vemdebanzeiro

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email