União para aumentar crescimento

Com objetivo de baratear e facilitar compras de insumos, empresários se uniram para formar a Central de Negócios e fortalecer pequenos negócios. Através de uma iniciativa do Sebrae/AM, dezoito empresários do ramo de autopeças e acessórios automotivos se uniram para a criação do Grupo Somaza. De acordo com o diretor-técnico do Sebrae no Amazonas, Maurício Seffair, em conjunto, os lojistas podem conquistar benefícios de melhores preços para compra de insumos e condições facilitadas de financiamento.
Com a Central, que atuará como SPE (Sociedade de Propósito Específico), os pequenos negócios passam a realizar compras de maneira conjunta, reduzindo os custos. Elas também concentram ações de divulgação e com isso conseguem se proteger da concorrência de grandes empresas do ramo. “A Central de Negócios é implementada junto a grupos empresariais de pequeno porte de um mesmo ramo, como uma forma de incentivar a cultura da cooperação e a sustentabilidade dos negócios”, define o representante.
O presidente do grupo, Reginaldo Moreira, conta que as empresas já estão atuando de forma conjunta desde as primeiras reuniões realizadas no Sebrae. Ele revela que itens como óleo de motor, velas, cabos de ignição, por exemplo, são comprados direto do fabricante.
“É uma excelente alternativa, tendo em vista que, ao se associarem, as pequenas empresas se tornam grandes e podem agir com maior poder de compra e ofertas no mercado. No fim, quem ganha são os empresários e a sociedade”, avalia. Seffair ressalta a importância de um mapeamento do cenário em que a empresa atua para que o grupo empresarial tenha êxito. “De forma isolada, as empresas precisam comprar de distribuidores, aí não tem como oferecer um preço competitivo no mercado onde atuam grandes empresas. Mas, de forma conjunta nós negociamos direto com os fabricantes e dessa forma o custo e o valor para o consumidor são bem menores”, destaca o diretor. Para Moreira, a atividade de intercâmbio entre os grupos é muito importante para a criação de novas centrais. “A união dos empresários, consultores e gestores do projeto comprova que uma das soluções para manutenção de micro e pequenas empresas no mercado é a sua atuação de forma conjunta em ações de compra, venda e marketing”.

Fique por dentro:

Lançado em todo o Brasil desde 2001, o Programa Central de Negócios é uma metodologia desenvolvida pelo Sistema Sebrae. O objetivo do Programa é fortalecer a cultura de cooperação entre pequenos grupos de empreendedores ou empresários de um mesmo segmento empresarial, com foco no mercado. No Sebrae do Amazonas, a Central de Negócios já atuou na organização e preparação de diversos produtores e empresários, tanto na capital quanto no interior do Estado. Para os projetos do interior, por exemplo, um consultor da Central aplicou uma consultoria em 2009 na Central de Comercialização de produtos e fibras de Mamirauá e Parintins. O projeto foi desenvolvido junto às mulheres artesãs da Reserva de Desenvolvimento Sustentável de Mamirauá, no município de Tefé (a 525 quilômetros de Manaus).
A consultoria oferecida pelo Sebrae tem duração de 18 meses e pressupõe atividades que envolvem reuniões, encontros com grupos menores, atividades de campo, atividade de consultoria, indicadores de desempenho, entre outros.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email