Uma nova socialização organizacional

As organizações estavam mudando a cada dia pela necessidade urgente de ser necessário melhor se preparar para a concorrência acirrada existentes em todos os níveis. Agora além desta necessidade temos a Pandemia que enfrentamos. Vários são os processos que necessitam serem reavaliados para a realização de mudança na busca da melhoria organizacional continua. Uma das estratégias já utilizadas pelas empresas já é o processo de socialização organizacional. Neste caso, o indivíduo/funcionário aprende valores, normas de comportamentos que permitem a ele participar realmente como membro de uma organização, porém, devido a pandemia estamos com um novo processo de socialização em curso. 

Verifica-se no processo de socialização organizacional uma aculturação e uma persuasão dos indivíduos para que adotem certas atitudes e crenças organizacionais por meio de treinamentos e pressões sociais, isto não mudou. Porém, agora, pode se criar situações extremamente conflitantes dentro da organização se não for bem administrado. Portanto, há uma necessidade urgente de se saber gerir a socialização de funcionários envolvidos nos processos. O futuro de qualquer organização está ligado diretamente ao sucesso realizado no processo de reintegração, integração e socialização. Fazendo isso poderemos reduzindo significativamente despesas desnecessárias com desmotivação e rebeldias. 

A concorrência existente na atualidade nos leva a buscar o melhor equilíbrio interno dentro de nossas organizações. Há uma necessidade diária de reduzir despesas e aumentar receitas a fim de melhorar a rentabilidade da empresa. Mas, também precisamos repensar o fazer mais com menos e muitas vezes substituir por manter despesas e aumentar receitas. Isso mesmo, em sempre conseguiremos reduzir despesas e aumentar receitas. Fazer mais com o mesmo já pode ser um grande diferencial competitivo.

Tudo isto é possível caso consigamos criar condições reais de equilíbrio entre todas as áreas internas e as pessoas envolvidas estejam socialmente organizadas buscando o progresso coletivo. Não podemos esquecer que a socialização organizacional é um processo que ocorre durante toda a carreira do indivíduo dentro da organização, pois, caso tal fato não seja observado teremos muitos momentos de tensões e problemas desnecessários. 

Na verdade a socialização organizacional é um processo pelo qual o indivíduo aprende valores, normas de comportamentos esperados, que permitem a ele participar como membro de uma organização. Para isto, várias estratégias podem ser usadas a fim de propiciar melhorias significativas para todos os envolvidos no processo. Não se pode esquecer de administrar de modo satisfatória as diferenças entre os indivíduos e as organizações e criar parâmetros de penalidades, parabenizações e administrações justas para poder estar sempre criando a melhor forma de socializar uma organização, pois assim, conseguiremos ver de modo claro a responsabilidade de cada um no processo total facilitando sua gestão. 

Certamente muito precisamos melhorar na busca de uma ótima socialização organizacional. Falta uma melhor visão empresarial para a grande maioria dos responsáveis que confundem a socialização com uma lavagem cerebral, uma manipulação de pessoas e até mesmo simplesmente uma mudança de educação. Também falta uma melhor visão do funcionários/colaboradores em relação a isso pois a organização nunca conseguirá socializar se os envolvidos não quiserem.

A socialização deve abranger toda a carreira do indivíduo dentro da organização, pois a partir do momento da participação das pessoas em uma organização tanto a pessoa quanto à organização possuem a responsabilidade de buscar o crescimento em todos os sentidos não esquecendo jamais que o que pode fazer a diferença e continuarmos ser diferentes.   

Vamos refletir sobre isto? 

*Flávio Guimarães é Mestre em Engenharia de Processos pela UFPA, Diretor da Guimarães Consultoria e Treinamento Empresarial Ltda., Administrador de Empresas, Especialista em Empresas Públicas e Privadas, Pós Graduado em Gestão Estratégica de Negócios, Consultor Empresarial, Pós Graduado MBA Gestão e Docência do Ensino Superior, Professor Universitário (Estácio Amazonas), articulista do Jornal do Commercio e da Amazon Play TV digital e Coordenador de MBA Executivo e dos Cursos de Logística, Qualidade e Recursos Humanos e do LPG – Laboratório de Práticas em Gestão da Faculdade Estácio do Amazonas. 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email