Um início de sábado completamente diferente do convencional com músicas indianas e comida vegana é o que vai acontecer na noite de amanhã, 1º de agosto, a partir das 18h, na Yamazônia (Yoga Ashram Amazônia), um centro de yoga localizado na rua Celso Haddad, 11 – Adrianópolis, sob a coordenação do chef Alexandre Victor. A Yamazônia é um espaço para a prática da yoga livre, onde são realizadas aulas regulares de yoga e terapias da medicina natural indiana (Ayurveda). O ambiente místico é o cenário para o relaxamento da mente e do corpo com alimentos saudáveis.

“É o que chamamos de ‘jantar experiência’, comida vegana preparada com quase todos os ingredientes orgânicos (sem o uso de produtos químicos sintéticos prejudiciais para a saúde humana). Cada vez que organizamos estes jantares, sempre têm algo novo no cardápio, sempre apresentamos uma nova experiência”, adiantou o chef.

Na noite serão servidas duas entradas: tostada com cogumelo mais salada panc (plantas alimentícias não convencionais; no prato principal: moquecas de legumes assados; e encerrando: doce de leite como sobremesa. Para acompanhar, kombusha (bebida gasosa, ácida e adocicada feita a partir da fermentação do chá por uma cultura de bactérias e leveduras), em três sabores: rosas, lupulada e cajuína.

“Essa semana preparei bolinhos incríveis à base de bastante repolho e umari (Mari gordo) e trigo integral para dar ponto. Servi com molho de goiaba. A comida vegana nos permite muitas experiências saudáveis. A cada jantar gosto de apresentar coisas novas e inusitadas”, revelou.

O jantar de sábado custará R$ 60, e começará às 20h, mas quem estiver interessado em participar da ‘Noite dos Mantras’, com músicas indianas, poderá pagar mais R$ 60. O show terá início às 18h. Quem assistir ao show e ainda quiser completar com o jantar, paga apenas R$ 100.

“Os interessados devem ligar e fazer sua reserva, porque os lugares são limitados e, por medida de segurança, não vamos lotar o ambiente”, adiantou Victor.

Outras informações podem ser obtidas através do: 9 9202-4088. 

Sementes do Esporte

A Faar (Fundação Amazonas de Alto Rendimento, realiza hoje o lançamento do projeto ‘Sementes do Esporte’, que vai plantar mudas de pau-pretinho, árvore nativa da Amazônia, em homenagem a 25 atletas e personalidades do futebol amazonense. O evento acontecerá a partir das 8h30, no estacionamento do estádio Ismael Benigno (Colina), localizado na avenida Presidente Dutra, São Raimundo. Entre os homenageados, Edson Piola, Arnaldo Santos e Dudu Monteiro de Paula.

Técnica vocal

A partir das 15h, Daniel Ferrat realizará uma oficina de técnica vocal. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo: https://bit.ly/oficinavocalmostra. Após a inscrição, os participantes serão colocados em um grupo de Whatsapp, onde receberão as instruções para a oficina. O processo formativo consiste na manifestação de exercícios práticos e aprofundamento das técnicas vocais de utilização na cena. Os conteúdos serão ministrados aliando teoria e prática.

Bicicletada Manaus

Para aqueles ciclistas que gostam de andar pelas ruas de Manaus, durante a noite de hoje acontece a Bicicletada Manaus, com concentração às 19h, no Parque dos Bilhares, pela Djalma Batista. O passeio, organizado pelo grupo Mucuras Verdes, segue até às 22h. O Mucuras Verdes existe desde 2012 e seu objetivo é oferecer formas alternativas de melhorar a cidade através da educação ambiental e mobilidade alternativa. Durante o passeio, todos deverão usar máscaras.

Virada Sustentável

Nesta sexta-feira, encerra o prazo de inscrições de projetos para a sexta edição da Virada Sustentável Manaus, festival de mobilização para a sustentabilidade correalizado pela Fas (Fundação Amazonas Sustentável). A iniciativa busca propostas de atividades virtuais ou presenciais sem aglomerações para integrar a programação deste ano. Os interessados podem se inscrever no site: www.viradasustentavel.org.br/manaus. Manaus é a única cidade do Norte que promove o evento.

Galeria e Museu

A partir desta sexta, o circuito cultural no Largo de São Sebastião, no Centro, ganha mais uma opção para visita: a Galeria do Largo. Já no afluente do Tarumã-Mirim, na margem esquerda do rio Negro, o Museu do Seringal Vila Paraíso (foto) também abre as portas para receber o público. Os espaços são administrados pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e vão funcionar em novo horário, sem precisar de agendamento, porém, as visitas devem ser feitas com grupos de até dez pessoas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email