Um mercado promissor, mesmo em crise

A passagem da “Chama Olímpica” vem reacendendo o ânimo dos brasileiros. Além dos postos de trabalhos abertos para garantir a passagem da “tocha” pelo Brasil, ontem (20) mais de 100 concursos foram abertos, o que representa cerca de 13 mil vagas. Os salários variam de R$ 880 podendo chegar a R$ 24 mil. Enquanto isso a crise continua assolando a economia e dando sinais de recessão, em todo o país. Em Manaus, a notícia não chegou a empolgar os donos dos cursos preparatórios, que reclamam da falta de concursos nas esferas municipal e estadual.
Na avaliação do proprietário da Opção Concurso, professor Pedro Agripino, a crise econômica fomentou o aumento no número de concurseiros que buscam por estabilidade no serviço público. “As pessoas querem a segurança do serviço público”, afirma. Ele também observou uma forte tendência de profissionais altamente capacitados à procura dessa segurança. “Pessoas com mestrado e até doutorado estão se matriculando para garantir uma das vagas ofertadas”, completou.
Entre os concursos mais procurados, Agripino destaca o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) que pode chegar ao salário de R$ 12 mil para quem possui curso secundário e até R$ 25 mil para os portadores de diploma em curso superior. “O concurso do TRT é um dos mais procurados, porque tem um plano de carreira”, salientou. Segundo o especialista no assunto, o concurseiro que inicia os estudos antes do edital, tem 50% mais chance de ser aprovado. “O segredo é estudar com apostilas, provas anteriores e exercícios”, frisou.
Mesmo sendo um mercado que cresce em período de crise, o professor disse que precisou baixar o preço das mensalidades de R$ 250 para R$ 150. “O nosso maior negócio está focado nos concursos públicos municipais e estaduais, o que não acontece há mais de três anos”, lamentou, Agripino. Atualmente a escola Opção Concurso conta com 150 alunos, regularmente, matriculados. Quando há concursos regionais, chega a matricular 750 alunos.
Segundo o gerente do Cepaj Concursos, Gabriel Alamo, até meados de 2012 o mercado estava bem aquecido com a realização de concursos regionais e federais. Mas, o cenário começou a mudar com a escassez cada vez maior no número de vagas e opções para os residentes no Amazonas. “Até meados de 2013 tinha concurso do Estado e, desde 2014 parou tudo, inclusive os da prefeitura. Estamos há três anos esperando abrir concursos regionais”, reclamou.
Para poder manter os alunos em sala, Alamo também precisou reduzir o valor das mensalidades, que incluem as apostilas. “Hoje nossa mensalidade é de R$ 250 a mesma aplicada em 2011”, relatou. A Cepaj Concursos está há 12 anos no mercado, disponibiliza instalações para três turnos que, atualmente, conta com 400 alunos matriculados.
A Comissão de Concursos da Semad (Secretaria Municipal de Administração) informa que não há previsão de concursos em âmbito municipal para 2016. Isso se deve, principalmente, por este ser um ano eleitoral. Além das limitações orçamentárias, também são necessários ajustes para que a PMM (Prefeitura Municipal de Manaus) alcance as metas de economicidade estabelecidas pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, na campanha de enfrentamento da crise.
Segundo a assessoria de comunicação, a Semad responde por concursos públicos para preenchimento de vagas e cadastro de reservas em todos os níveis e órgãos do governo municipal. Destacando os últimos concursos da Semsa (Secretaria Municipal de Saúde) e Semed (Secretaria Municipal de Educação) que ocorreram em 2012.
Ainda, acrescentam que a Semed realizou, em 2014, seu último concurso. O resultado foi divulgado no “Diário Oficial do Município” na edição 3.422, ao todo, 2.077 aprovados. A prova foi aplicada em 13 de abril de 2014. No concurso da Semsa, além dos candidatos que já tinham tomado posse, outros 139 aprovados em 2012, foram nomeados em 2015. Como foi prorrogado por mais dois anos, este concurso vale até julho de 2016. Neste concurso especificamente, foram ofertadas 1.910 vagas em todos os níveis.
Procurado, o governo do Estado não enviou a resposta até o fechamento da matéria.

Nacional

Em todo o país, pelo menos 104 concursos públicos estão com inscrições abertas desde ontem (20) e reunindo 13.042 vagas abrangendo cargos de diversos níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 24.818,92, na Procuradoria Geral de Mato Grosso. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva, ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.
Os órgãos que abriram inscrições para 820 vagas, já na segunda são: Conselho Regional de Educação Física da 3ª Região, Prefeitura de Coronel Vivida (PR), Prefeitura de Cotia (SP), Prefeitura de Delfim Moreira (MG), Prefeitura de Lagoa D’Anta (RN), Prefeitura de Nísia Floresta (RN), Prefeitura de Santa Cruz do Escalvado (MG), Prefeitura de São Rafael (RN), Prefeitura de Tesouro (MT) e Universidade Federal de Uberlândia (MG).

Amazonas

No momento, os concursos disponíveis para os amazonenses são a nível federal, para ocupar vagas em outros Estados. Salvo a exceção da Prefeitura de Maraã, no Estado do Amazonas, que abriu concurso com oferta de 1.735 vagas para todas as escolaridades. Os salários vão até R$15 mil, com cargas de trabalho que variam entre 20 e 40 horas semanais. Há oportunidades para psicólogo, fisioterapeuta, médico, enfermeiro, gari, auxiliar de serviços gerais, professor de educação física, merendeira, digitador, técnico em Enfermagem, entre outros.
Os interessados podem se inscrever presencialmente, no período de 7 até 22 de junho nos seguintes endereços: Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Administração Secretaria Municipal de Assistência Social e Centro de Referência da Família/ CRAS: av. Castelo Branco número 110, Centro. Em Tefé, na Representação do Município sito à rua Capitão José Patrício nº 432 -Centro e na representação do município em Manaus, rua Ernesto Pinto, 46 -Quadra B -Sala 304 -bairro Parque das Laranjeiras. Não há cobrança de taxa. A avaliação do processo seletivo acontecerá em duas etapas: análise curricular (eliminatória e classificatória) e entrevista pessoal (classificatória). A primeira fase levará em consideração quesitos como experiência de trabalho, cursos de capacitação, participação em congressos, entre outros. Caso haja empate, a prioridade será do candidato com mais idade. Se ainda assim a situação persistir, levará vantagem quem receber maior pontuação sucessivamente nos itens: mestrado, especialização e experiência na função. A validade é de seis meses, prorrogáveis por igual período. Os contratos serão por tempo determinado.

O QUÊ? CEPAJ Concursos – Cursinho para Concurso Público
ONDE? Av. Leonardo Malcher, 1.373 – Centro, Manaus/AM
HORÁRIO? Aberto de segunda à sexta-feira 8h às 21h30
QUANTO? Mensalidade R$ 250,00 incluso as apostilas
INFORMAÇÕES: Tel. (92) 3234-5105

O QUÊ? Opção Concurso
ONDE? Rua Silva Ramos, 247 – Centro, Manaus/AM
HORÁRIO? Aberto de segunda à sexta-feira 8h às 22h
QUANTO? Mensalidade de R$ 150 à R$250 (sujeito a reajuste)
NFORMAÇÕES:Tel. (92) 3633-6602

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email