TV por assinatura no Brasil é próximo à média mundial

O preço da TV por assinatura no Brasil está próximo à média praticada em países da América do Sul e Europa, afirmou um estudo divulgado ontem, 2, pela ABTA (Associação Brasileira de Televisão por Assinatura). Segundo o levantamento, o preço por canal no Brasil está na média de R$ 1,46, frente à uma média de R$ 1,39 de outros países. “Deveremos praticamente duplicar o número de assinantes nos próximos cinco anos e os ganhos de escala vão reduzir ainda mais os preços”, disse o presidente da ABTA, Alexandre Annenberg.
Entre 2006 e julho de 2010, a base de assinantes passou de 4,6 milhões para 8,6 milhões, representando um aumento médio anual de aproximadamente 20%. Deste total, mais de 70% do crescimento veio das classes B menos e C. De acordo com a pesquisa, o preço médio da primeira assinatura de TV no Brasil é de US$ 23.56, valor inferior aos praticados na Noruega (US$ 36,11), Espanha (US$ 27.79), Argentina (US$ 27.60) e Chile (US$ 25.94). O preço, porém, é superior aos observados no Reino Unido (US$ 23,48), França (US$ 22.60) e Portugal (US$ 18.24).
“O pacote de entrada possibilita a inclusão de assinantes de menor renda e explica, em boa parte, o crescimento virtuoso da indústria, em linha com o crescimento do País e o processo de ascensão social das classes de menor poder aquisitivo”, disse. Annenberg afirmou que o Brasil tem uma das menores barreiras de acessos ao serviço comparativamente a outros países, além de diversas operadoras não cobrarem pela taxa de instalação ou adesão ao serviço.
O estudo considerou a taxa de câmbio, a estrutura de empacotamento de cada país, a carga tributária e as obrigações legais de distribuição de canais obrigatórios.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email