TV digital do Brasil vai estrear em São Paulo

No dia 2 de dezembro de 2007, quando a TV aberta brasileira estrear oficialmente sua transmissão digital em São Paulo, haverá menos de mil pessoas -numa cidade com cerca de 11 milhões- assistindo aos programas em alta definição. Para o diretor de Estratégia e Tecnologia da TVA, Virgílio Amaral, este é o quadro mais otimista para início da TV digital no Brasil.

“Vai ser uma estréia para ninguém”, diz Amaral, especialista no setor e responsável pela digitalização da TVA. Para ele, a TV digital deve estrear mesmo no ano que vem, turbinada pela transmissão dos Jogos Olímpicos de Pequim. “Não vejo de forma ruim este começo. Afinal, a TV digital vai depender de um processo de aculturamento”, ponderou o diretor.

Para pegar freqüência digital, o telespectador precisará de um aparelho com set-top box (conversor) avulso ou embutido. Se quiser a imagem mais nítida possível, de 1.080 linhas horizontais, terá de comprar um televisor do tipo Full High Definition. Os preços para este tipo de eletrodoméstico começam na casa dos R$ 7.000, sem set-top box acoplado.

“Muita gente acha que ter uma TV de plasma ou LCD qualquer com um receptor digital embutido já dá para receber o melhor conteúdo em alta definição, quando, você precisa é de uma Full HD para ter a alta definição total”, disse Amaral.
Tanta resolução foi um dos principais aspectos que levou o governo a optar pelo padrão japonês de TV digital (ISDB-T.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email