Turismo ganha com apresentação de grupos folclóricos

Manaus tem atrativos turísticos já muito conhecidos tanto pelo público brasileiro quanto pelo viajante estrangeiro que para aqui vem para conhecer não só a floresta amazônica e os grandes rios da região, mas também a população e a cultura do ribeirinho que ajuda a manter 98% das florestas nativas do Estado preservadas. Com um artesanato indígena rico e uma população mesclada que aglutina tradições culturais de todas as regiões do país, o folclore amazonense está entre os fatores que motivam o turista a vir conhecer Manaus.
Festivais consagrados como o dos bumbás de Parintins, que neste ano será realizado nos dias 25, 26 e 27 de junho, e o Festival de Cirandas, que acontece na última semana do mês de agosto em Manacapuru, são algumas das festas folclóricas, ao lado do Festival Folclórico do Amazonas em sua 54ª edição, que têm potencial para atrair visitantes para o Amazonas.
Com início previsto para acontecer a partir de hoje, e terminar em 13 de julho, o 54º. Festival Folclórico do Amazonas se mantém e se renova a cada ano com um número expressivo de grupos participantes.
Maior evento cultural legitimamente amazônico, o Festival Folclórico do Amazonas é considerado importante para o desenvolvimento da cultura amazonense em todos os segmentos, gerando emprego e renda para aqueles que trabalham na confecção dos trajes típicos, na montagem das alegorias e até para atividades de apoio como barracas de venda de bebidas e alimentos, serviço fotográfico e de filmagem, entre outras atividades que expandem as vendas com a realização do Festival.
O Festival apresenta grupos originários de várias partes da cidade e conta com um orçamento, em 2010, de R$ 5 milhões custeado em partes iguais entre o governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (SEC), e a Prefeitura de Manaus.
Os grupos que vão se apresentar nas 26 noites em que o Festival Folclórico do Amazonas estará na arena do Centro Cultural Povos da Amazônia estão divididos em danças, quadrilhas, tribos, garrotes, bumbás, cacetinho e cirandas, as quais, dependendo da natureza do grupo folclórico, estão filiadas à Liga Independente dos Grupos Folclóricos de Manaus (LIGFM), Associações dos Grupos Folclóricos de Manaus e do Amazonas (AGFM e AGFAM), e dos Bumbás de Manaus
O número de grupos a se apresentarem neste ano na arena do Centro Cultural Povos da Amazônia atinge 166, e o público que vai assistir ao Festival é estimado em 400 mil pessoas que deverão freqüentar o Centro Cultural por quase um mês de festa folclórica.
O julgamento da apresentação dos grupos folclóricos que se apresentam no 54º. Festival Folclórico do Amazonas é feito por especialistas mestres e doutores de áreas como história, dança, teatro, antropologia e artes plásticas. Um grupo de cinco jurados para as Associações e um grupo de dez para os bumbás vão estar atentos para conferir as melhores apresentações na arena do Centro Cultural, ex- Bola da Suframa.
A responsabilidade da abertura do primeiro dia de apresentação do Festival está a cargo da Ciranda Princesinha da Vila , seguida da Ciranda Independente da Compensa . Depois é a vez do Garrote Filho do Campo, do Corre Fama e, para encerrar a noite, vem o garrote Multifama.
Por categoria, as quadrilhas são as que apresentam o maior número com 53 grupos, em seguida vêm as danças, com 40. As cirandas estão representadas por 38 grupos, enquanto bumbás e cacetinho têm nove grupos cada. Por último vem os garrotes com oito grupos a se apresentar na arena da Bola da Suframa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email