16 de abril de 2021

Tributos consumiram R$ 7,5 bilhões

https://www.jcam.com.br/ppart10122012.JPG
Os amazonenses já gastaram R$ 7,15 bilhões com o pagamento de impostos este ano, entre tributos federais, estaduais e municipais

Os amazonenses já gastaram R$ 7,15 bilhões com o pagamento de impostos este ano, entre tributos federais, estaduais e municipais. Mesmo com o mês de dezembro ainda no início, o montante já supera em 3,92% a quantia paga em todo o ano passado (R$ 6,88 bilhões).
De acordo com o acompanhamento do Impostômetro, ferramenta da ACSP (Associação Comercial de São Paulo), a quantia representa um aumento de 245,41% na contribuição do consumidor do Amazonas nos últimos dez anos. Em 2002, R$ 207 bilhões foram utilizados para o pagamento de impostos.
Este ano, cada habitante do Estado já pagou o equivalente a R$ 2,129 mil em tributos e só em dezembro os amazonenses contribuíram com R$ 677,25 milhões, acréscimo de 9,88% sobre o mesmo período do ano anterior.
Já na capital amazonense, o montante pago foi de R$ 2,87 bilhões (11,67% frente a 2011), cerca de R$ 1,50 mil por habitante.
Embora represente uma carga tributária crescente ao consumidor, a arrecadação recorde de impostos este ano também significa melhora na economia do Amazonas, segundo o economista e vice-presidente da Fecomercio-AM (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas), Aderson Frota.
“Ainda que dezembro esteja apenas começando, já podemos dizer que o último trimestre vai ser o grande responsável pelo resgate da arrecadação e economia do Amazonas este ano”.
Segundo ele, os tributos acumulados refletem aumento de produção e venda além de uma economia ativa.
“Todas as arrecadações –federal, municipal e estadual– vão ultrapassar o recolhimento de 2011, mesmo com um ano atípico repleto de instabilidade econômica, crise de acesso ao crédito, inadimplência oscilante, enchentes, entre outros empecilhos”, avaliou.
A estimativa do dirigente é que a atividade comercial alcance crescimento de 5% sobre o ano passado, apenas 2,5 pontos percentuais abaixo do previsto no início do ano.
Até o dia 31 de dezembro, a previsão é que o recolhimento de tributos do amazonas chegue a R$ 7,68 bilhões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email