Trabalhadores aguardam liberação de recursos do governo

A liberação do auxílio emergencial de R$ 600 autorizado pelo governo federal, oferecido para trabalhadores informais, MEI (Microempreendedores Individuais), Autônomos e Desempregados, fez aumentar o movimento nas agências bancárias. Na capital, muitas pessoas, já efetuaram o cadastro e seguem aguardando a liberação do benefício.

Logo que a plataforma foi liberada, a técnica em edificações Amanda de Souza, 39, que está desempregada,  efetuou a inscrição. Assumindo a função como dona de casa e mãe de três filhos, ela ainda faz um tratamento contra o câncer. “Eu preciso desse auxílio. Achei muito boa a iniciativa do governo já que estou atravessando um momento de muita dificuldade. Precisei me afastar do emprego há dois anos devido ao diagnóstico da doença.  Desde então não tive mais condições de trabalhar”, contou.

Nelmiza Félix, 40, que tem um pequeno negócio no segmento de confecção, está na expectativa para o início do pagamento. Como ela está com as atividades cem por cento paradas, não vê a hora de receber o benefício. “É muito importante que o governo ajude os pequenos empresários. É uma luz em meio a situação que estamos enfrentando. Sem perspectivas de normalidade, a ajuda chega em ótimo hora”, declarou.

O Auxílio Emergencial do Governo Federal já foi liberado para mais de 2,5 milhões de brasileiros, totalizando mais de R$ 1,5 bi na economia. Até às 19h desta segunda (13), o volume dos que se cadastraram por estes canais supera 34 milhões de cidadãos. 

Em um primeiro momento, os recursos depositados na poupança social da Caixa não poderão ser sacados uma vez que estão disponíveis somente para transações digitais como transferências  e pagamentos de contas, por exemplo. 

A Caixa informa ainda que o site http://auxilio.caixa.gov ja recbeu 271,3 milhões de visitas. Foram enviados 126,7 milhões  de mensagens por celular (SMS) para a confirmação do auxílio emergencial. 

A autônoma Dora Ribeiro, 29, diz que boa parte da movimentação nas agências, é por conta da dúvidas sobre a situação do CPF. “Muita gente tem lotado as agências em busca dessa informação. No entanto, tem um canal para fazer isso. Essa falta de informação tem feito as pessoas aglomerar o local:, afirmou. Ela disse ainda que não teve dificuldade em fazer o cadastro no app. “Só demorou um pouco, mas acredito que é natural devido a alta demanda de pessoas na rede ao mesmo tempo”.

Força-Tarefa

Para a adesão ao auxílio emergencial o CPF do beneficiário deve estar regularizado. A corrida pelo serviço fez a Receita Federal criar uma força-tarefa para atender o contribuinte. No último fim de semana a o órgão realizou aproximadamente 4 mil atendimentos de regularização de CPF. 

A equipe de toda a região, montada pelo Superintendente da Receita Federal na 2ª Região Fiscal (composta pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima), de sexta-feira até agora, já realizou cerca de 4.000 regularizações de CPFs.

O Objetivo é que até segunda-feira tenham sido atendidos todos os pedidos de regularização de CPF enviados por e-mail para o órgão até o momento. O órgão vem empreendendo esforços para que os cidadãos que buscam receber o auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federal sejam atendidos o mais breve possível.

A Receita Federal reforça que não é necessário ir ao órgão para resolver pendências. Está disponível um e-mail ([email protected]) para receber os pedidos de regularização.

No Amazonas, cerca de 7 mil mensagens foram recebidas destas, quase 6 mil foram atendidas, em atendimento (com algum tipo de pendência), mais de 1 mil foram registradas.

“Estamos trabalhando de forma regional, com um grupo de servidores voluntários.

Trabalhamos de sexta a domingo. Alguns colegas, como o superintendente e o adjunto ficaram das 8 às 22h logados, dando suporte aos servidores em serviço.

Esse trabalho voluntário teve o apoio do sindicato dos analistas tributários que fez o chamado nacional para o trabalho no final de semana. Uma ação de cidadania fiscal”. disse o  superintendente do órgão Federal na 2ª Região Fiscal Omar de Souza Rubin Filho.

Opinião

O diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos, recomenda a todos os cidadãos que estejam desempregados ou que possuíam trabalho informal, e aqueles proprietários de MEIs que foram afetados pela crise em suas atividades, que ingressem com o Pedido de Auxílio Emergencial. “É um direito do cidadão, ou melhor, um dever do Estado em amparar os menos favorecidos", explica Richard Domingos.

Segundo ele, caso o sistema não identifique a possibilidade de receber esse valor, o único efeito que isso terá é que não se receberá os valores. "Não é só o COVID que mata: a fome e a miséria também causam um efeito devastador na sociedade e, principalmente, em nossas classes mais desfavorecidas".

Richard Domingos reforçam que "todos nesse país pagam impostos, ainda que indiretamente. Quando a classe mais pobre consome produtos e serviços estão pagando impostos. Esse suporte é necessário e é para isso que serve o Estado: amparar e equilibrar a sociedade, principalmente nesses momentos de turbulência".

Quais cruzamentos

Para saber se a pessoa tem direito ou não a esse valor, as informações referente a rendimentos recebidos de pessoas jurídicas e físicas serão cruzadas pela Receita Federal com a DIRF (Declaração de Imposto de Renda e Contribuições Federais Retidas na Fonte entregues pelas pessoas físicas ou jurídicas); e-Social (declaração feita pelos entregadores domésticos e pessoas jurídicas); CADUNICO (Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal), e DIRPF – Declaração de Imposto de Renda entregues pelas Pessoas Físicas.

Mais informações

A CAIXA iniciará, nesta semana, novas etapas de disponibilização do Auxílio Emergencial. Cerca de R$ 4,7 bilhões do benefício serão disponibilizados a 9.426.703 brasileiros do Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal e do Bolsa Família. O banco está realizando a maior operação de pagamento de benefícios e bancarização da história do país. Apenas nesta semana estão sendo abertas mais de 6,6 milhões de poupanças digitais gratuitamente. 

Cadastrados no app e site há previsão de envio pela Dataprev, nesta terça-feira (14) pela manhã, de um primeiro lote de informações dos brasileiros que efetuaram o cadastro pelo aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial e pelo site auxilio.caixa.gov.br que cumprem os critérios de elegibilidade de acordo com a lei 13.982/2020. A disponibilização do valor, de acordo com a opção do cidadão, se iniciará a partir da próxima quinta-feira (16). Aqueles que recebem o Bolsa Família têm avaliação de elegibilidade automática e receberão o crédito do auxílio no mesmo calendário e da mesma forma do benefício regular. Entre o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial, será creditado o benefício de maior valor, para todos que tiverem direito. Nesta semana receberão 2.719.810 beneficiários do Bolsa Família, conforme calendário: 

Quinta-feira (16): • 1.360.024 beneficiários do Bolsa Família cujo último dígito do NIS é igual a 1. Sexta-feira (17): • 1.359.786 beneficiários do Bolsa Família cujo último dígito do NIS é igual a 2. 

Os inscritos no CadÚnico até 20/03/2020 que não façam parte do Bolsa Família e que tiveram os critérios de elegibilidade verificados pela Dataprev receberão o Auxílio Emergencial na Poupança Social Digital da CAIXA ou em conta no Banco do Brasil, incluindo neste grupo as mulheres chefes de família monoparental. No caso da Poupança Social Digital CAIXA, os créditos ocorrerão conforme a data de nascimento. 

Confira o calendário abaixo: 

Terça-feira (14): • Crédito para 831.013 pessoas, sendo: o Poupança Digital CAIXA – a partir de 12 horas 557.835 pessoas (nascidas em janeiro) o Conta no Banco do Brasil 273.178 pessoas Quarta-feira (15): • Poupança Digital CAIXA 1.635.291 pessoas (nascidas em fev, mar, abr) Quinta-feira (16): • Poupança Digital CAIXA 2.282.321 pessoas (nascidas em mai, jun, jul, ago) Sexta-feira (17): • Poupança Digital CAIXA 1.958.268 pessoas (nascidas em set, out, nov, dez) Poupança Digital CAIXA 

A CAIXA esclarece que não é necessário corrida às agências ou casas lotéricas para ter acesso aos recursos do auxílio emergencial. O banco abrirá automaticamente a Poupança Digital CAIXA para os brasileiros considerados aptos a receber o auxílio emergencial. Os que receberem o crédito por meio dessa conta poderão, por exemplo, pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras. É possível também efetuar transferências ilimitadas entre contas da CAIXA ou realizar gratuitamente até três transferências para outros bancos a cada mês, pelos próximos 90 dias. 

O acesso e movimentação da Poupança Digital CAIXA ocorrerá pelo app CAIXA Tem, disponível nas lojas de aplicativos Google Play e App Store. Para utilizar o aplicativo, que tem fácil navegação e baixo consumo da memória do celular, basta que o usuário se cadastre utilizando o CPF. Além de movimentar a poupança digital, será possível consultar FGTS, PIS, Bolsa Família, entre outros serviços. Na data prevista para início do saque em espécie, o cliente terá esta opção habilitada no aplicativo CAIXA Tem. Bastará informar o valor a ser retirado e será gerado um código autorizador para saque nos caixas eletrônicos e casas lotéricas. Saque em espécie Com o objetivo de evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, expondo empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio, a CAIXA escalonou o calendário de saque. Lembramos que os recursos creditados na Poupança digital podem ser utilizados através do app CAIXA Tem para pagamentos e transferências, entre outros serviços. 

Segue abaixo o calendário de saque em espécie da poupança digital sem cartão nos canais de autoatendimento e lotéricas:

27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro 28 de abril – nascidos em março e abril 29 de abril – nascidos em maio e junho 30 de abril – nascidos julho e agosto 04 de maio – nascidos em setembro e outubro 05 de maio – nascidos em novembro e dezembro Mais informações auxilio.caixa.gov.br Central de Atendimento CAIXA – 111 Central de Atendimento do Ministério da Cidadania – 121 twitter.com/caixa facebook.com/caixa instagram.com/caixa 

Fonte: Andreia Leite

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email