Nossa coluna semanal gosta de uma novidade, de estar ambientada com o que, de uma forma ou de outra, povoa esse idioma pátrio que tanto nos instiga e encanta. Trouxemos em outra ocasião a importância do quotidiano para esse nosso trabalho, que requer senso de observação apurado, amor pelo ofício e, acima de tudo, seriedade para com a transmissão da informação. Alguém saberia me dizer por que as Olimpíadas de Tóquio 2020 só estão acontecendo agora? Entreveros da pandemia de covid-19 que tanto chacoalhou nossas vidas, nosso ir e vir.

OLIMPÍADA X OLIMPÍADAS

Não se trata tão somente de uma questão de número, singular “versus” plural, pois estamos diante de algo de cunho semântico, ligado ao significado das palavras acima. “Olimpíada. s. f. 01. Espaço de quatro anos decorridos entre duas celebrações consecutivas dos jogos olímpicos, originalmente efetuados na cidade de Olímpía, na Grécia antiga. 02. Os jogos olímpicos gregos. V. Olimpíadas”. Notem que na  acepção 02. o dicionarista já faz menção ao vocábulo no plural. “Olimpíadas. s. f. pl. 01. Jogos olímpicos modernos, que se realizam de quatro em quatro anos, de 1896 para cá. [Com cap.] ~ V. olimpíada”.

CARABINA TRÊS POSIÇÕES

A Carabina Três Posições é uma prova olímpica de tiro desportivo, disputada por ambos os sexos. A prova consiste acertar tiros em um alvo, com o atirador situado em diferentes posições, sendo de 40 tiros deitado, 40 tiros em pé e 40 tiros de joelhos. “Carabina. s. f. 01. É uma arma de fogo mais curta que o fuzil, tendo entre 1,0 e 1,2 metro de comprimento muito usada em caça e tiro desportivo podendo ser de diversos calibres. Antigamente, designava uma versão mais curta do fuzil de infantaria a ser empregada por tropas de cavalaria”.

LUTA GRECO-ROMANA

Nem só de modalidades curiosas vivem-se os jogos olímpicos, há algumas bem clássicas e que revivem como toda essa celebração começou. A luta passou a ser disputada nos Jogos da Grécia Antiga no século VII a.C. Ao longo dos anos e das edições dos jogos olímpicos, a modalidade foi evoluindo e ganhando particularidades. O modelo de luta dos gregos inspirou os franceses a criar, no início do século XIX, o estilo hoje conhecido como luta greco-romana. A luta greco-romana ou luta livre estilo greco-romano é uma modalidade de luta livre amadora, esporte de combate e arte marcial praticada em todo mundo. O objetivo da luta greco-romana é jogar o oponente no chão, imobilizando suas costas, tal golpe é chamado de “encostamento”. Fica a dica.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email