TIM leva fibra ótica a regiões do Norte

A TIM instalará uma rede de fibra ótica em áreas remotas do Norte do país, em mais uma etapa do processo de expansão e oferta de serviços com melhor qualidade em todo o território nacional. A empresa assinou contrato com o consórcio LT Amazonas para transportar cabos via torres de linhas de transmissão e subestações de energia ao longo de 27 municípios nos estados do Amazonas, Pará e Amapá.
Com início programado para outubro deste ano e término em 2013, o projeto, que custará à TIM investimentos de R$ 171 milhões, aumentará em 100 vezes a capacidade de transmissão de voz e dados na região, saindo de uma infraestrutura satelital para terrestre, utilizando torres de transmissão de energia. Após o início da operação, previsto para janeiro de 2013, a empresa espera aumentar sua base de clientes em 9%, considerando apenas as capitais Manaus e Macapá.
Serão lançados 1.985 quilômetros de fibra ótica OPGW (Optical Ground Wire) por meio de 3.600 (três mil e seiscentas) torres de linhas de transmissão e oito subestações de energia interligando as cidades de Tucurui (PA), Macapá (AP) e Manaus (AM).
“Estamos investindo fortemente em infraestrutura e esse acordo representa um marco para a companhia. Superamos desafios e quebramos barreiras, reforçando a estratégia da empresa de não medir esforços para oferecer seus serviços com qualidade para cada vez mais pessoas e em qualquer lugar do país”, declara Rogerio Takayanagi, diretor de Marketing da TIM.
O projeto faz parte dos investimentos da companhia para expansão dos seus negócios e oferta de serviços com mais qualidade em todo o território nacional. Com o uso de cabos OPGW, a empresa terá uma rede mais sofisticada. O maior benefício é a estabilidade dos serviços, que contarão com tecnologia de ponta em transmissão ótica para suportar a crescente demanda por voz e dados. Além disso, por meio da Intelig, será possível oferecer aos consumidores da região serviços de telefonia fixa e dados a preços ainda mais competitivos.

Empresas parceiras

A LT Amazonas é formada pelas empresas Linhas de Xingu Transmissora de Energia S.A., Linhas de Macapá Transmissora de Energia S.A. e Manaus Transmissora de Energia S.A. Em 31 de março deste ano, o consórcio publicou oferta pública de compartilhamento da infraestrutura.
A parceria da TIM com a LT Amazonas se concretizou após o leilão realizado em maio deste ano para escolha da operadora responsável pela instalação e utilização do cabo OPGW. Após assinatura do contrato, a TIM firmou compromisso com as companhias para instalação e doação dos cabos, na condição de deter o direito de uso das fibras óticas pelos próximos 20 anos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email