TIM e Telebrás fecham acordo

A TIM Brasil fechou contrato com a Telebrás para participar do programa do governo federal de universalização do acesso à internet no Brasil. O anúncio foi feito ontem em cerimônia realizada no Ministério das Comunicações, com presença do Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, do presidente da Telebrás, Caio Bonilha, além do presidente da Intelig, Antonino Ruggiero, e dos diretores de Assuntos Regulatórios e de Marketing da TIM Brasil, respectivamente, Mario Girasole e Rogerio Takayanagi.
Pioneira, a iniciativa utilizará a rede móvel da operadora, que possui abrangência nacional, para promover o acesso à banda larga móvel em desktops e notebooks via modem, e está em linha com o comprometimento da companhia com a inclusão digital.
O principal diferencial do projeto, disponível inicialmente em duas cidades de Goiás e duas do Distrito Federal, é a massificação do acesso à internet móvel com uma versão do plano Liberty Web, criada especialmente para esta parceria. A oferta oferece conexão à web com velocidade de até 1Mbps por R$ 35 mensais – o valor foi estabelecido como uma das diretrizes do PNBL (Plano Nacional de Banda Larga). Até o fim do próximo ano, a expectativa das empresas parceiras é contemplar 1000 cidades do país com o Plano.
“Desde que mudamos o modelo de tarifação no segmento de voz, sinalizamos nossa preocupação em oferecer soluções de mobilidade plena para os brasileiros, com planos mais acessíveis. Consolidamos a estratégia com ofertas de dados cobradas de forma ilimitada, simples e com preços competitivos. Nesta parceria da TIM com o governo federal, o consumidor será o principal beneficiado. Terá acesso de qualidade à internet móvel por um preço que cabe no seu bolso”, diz Rogerio Takayanagi, diretor de Marketing da TIM Brasil.
Com início de comercialização prevista até setembro de 2011, o plano estará disponível nas cidades de Samambaia, Recanto das Emas, Águas Lindas de Goiás e Santo Antônio do Descoberto. Para contratar, bastará comparecer a um ponto de venda credenciado da TIM com comprovante de residência em um desses municípios. O minimodem sai por R$ 96, parcelado em até 12 vezes de R$ 8 no cartão de crédito. A venda do plano será limitada a um acesso por CPF.
Em 2011, a companhia investirá R$ 2,9 bilhões em infraestrutura, sendo 85% em rede, e, no triênio 2011-2013, o aporte chegará a R$ 8,5 bilhões. A TIM anunciou recentemente investimento de R$ 1 bilhão para modernizar e ampliar a capacidade de sua rede móvel de voz com tecnologia de nova geração em parceria com Nokia Siemens Networks, Huawei e Ericsson.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email