TIM aposta nos serviços de dados

Uso de internet móvel traz plano inovador

Com foco maior nos dados móveis, a TIM, segunda no ranking de telecomunicações no Brasil fecha o ano de 2014 em alta. No Amazonas os investimentos são grandes, somente em 2014, foram R$ 33 mi injetados para fortalecer a rede no Estado e a empresa espera manter a excelência nos serviços em 2015. Priorizar o uso de dados seguindo a tendência mundial de consumo é a nova meta da empresa.
Os R$ 33 mi investidos no Amazonas, fazem parte de um montante de R$ 188 mi destinados ao triênio iniciado em 2012. Em apenas um ano, a receita bruta de dados da TIM acelerou seu ritmo: aumentou 23% em relação a 2013, atingindo R$ 1,68 bilhão. Esses dados mostram o potencial para o crescimento do uso de serviços e plataformas de dados e acesso à internet no mercado brasileiro, explica o gerente de operações de redes da Tim, Douglas Soares. “Logo mudaremos a plataforma de nossos negócios, saindo de voz para dados. O volume destes cresceu quatro vezes e este é o caminho”, disse.
Para manter a qualidade dos serviços nesta nova fase, a TIM investiu em uma rede de fibra ótica na região, aumentando a capacidade de transmissão da empresa. “Abrimos aqui uma Transamazônica digital e vamos continuar nossas ações. A princípio não expandiremos no interior do Estado, mas vamos manter a qualidade de forma ordenada e organizada nas cidades onde há cobertura”, disse Soares.
Para o novo diretor comercial para a região Norte, Fábio Reis o interior receberá uma maior atenção da companhia. “No interior do Amazonas, teremos mais lojas e postos de vendas, assistir bem o nosso cliente vai além de instalar antenas. O foco neste novo cliente que usa mais smartphone, mais dados e menos voz, será nossa meta”, afirma Reis.

Balanço

De acordo com Reis, o que foi prometido para o Amazonas em 4G foi cumprido, o que mantém a Tim em um bom posicionamento no mercado. “No final de 2014 encerramos o primeiro ano de tecnologia 4G implantada em Manaus e temos muito a comemorar. O nosso maior exemplo do uso do 4G foi na Copa do Mundo, quando o uso de wi-fi na Arena da Amazônia só foi superado pelo Maracanã (RJ). Dados assim nos fazem acreditar e justificam os investimentos no Amazonas”, declarou.

Em frente

Segundo Reis, a tomada de novos rumos pela companhia está embasada em números, que obrigam a busca de alternativas para o serviço de voz, que está em franca queda. “Não tememos queda na receita e para isso investimos mais ainda. Pesquisas mostram que o aplicativo WhatsApp fica três vezes mais tempo aberto que o Facebook, é muito mais tempo de uso apesar de muito menos recursos. A facilidade de envio de mensagens de áudio, por exemplo, é uma nova experiência em comunicação,” afirma Reis.
Pensando nesta nova onda de consumo, a TIM lançou o Controle WhatsApp, voltado a clientes que consomem prioritariamente dados, com acesso ilimitado ao aplicativo. É o primeiro plano Controle de uma operadora que dispensa a contratação do pacote de voz. “Somente na nossa base, quase 50% dos usuários já trafegam dados. Isso se traduz em ainda mais benefícios para os clientes Controle WhatsApp, que poderão se comunicar com usuários de todas as operadoras de forma ilimitada”, finaliza Reis.

Artur Mamede
[email protected]

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email