Tetê Espíndola lança novo álbum com participações

O icônico “Pássaros na Garganta” (1982), e o inédito “Asas do Etéreo”, recheado com participações de nomes de peso da música brasileira. Estes são os mais recentes lançamentos do Selo Sesc, que em março inicia a comemoração de seus dez anos de existência com um álbum duplo de Tetê Espíndola, unindo o que de mais revolucionário a cantora, compositora e instrumentista apresentou no início de carreira e sua atual fase artística.
Selo Sesc, uma iniciativa do Sesc São Paulo, difunde o que há de melhor na música brasileira, ao mesmo tempo em que produz um precioso acervo musical. Nada mais adequado do que agregar o talento de Tetê Espíndola à iniciativa.
“Pássaros na Garganta” foi um disco aclamado pela crítica. Com músicas de Tetê em parceria com Arrigo Barnabé e Carlos Rennó (além de músicas compostas por Arrigo especialmente para a cantora), fundiu acústicas de estúdio a sons da natureza, num trabalho que rendeu à cantora fama e reconhecimento amplo entre público e crítica e o prêmio da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) como artista revelação. Sua estética do som foi batizada por Arrigo Barnabé de “Sertanejo Lisérgico”.
Já o novo “Asas do Etéreo” traz uma seleção de músicas compostas pela artista e parceiros em fases distintas de seu trabalho. Num todo, o CD tem a amplitude vocal de Tetê unida a timbre de sua craviola, e ainda os sons dos instrumentos dos músicos convidados. Clássico e contemporâneo, popular e erudito, regional e universal, formal e improvisado – tudo se junta neste trabalho único e diferenciado.
“Todo mundo me conhece como a cantora de voz aguda. Minhas composições tinham um ‘cheiro de mato’, quando comecei a explorar os sons da natureza por meio de colagens. E hoje, com “Asas do Etéreo”, sinto a maturidade do meu lado de instrumentista. Escolhi 12 músicas especiais e inéditas que compus durante esses anos. Para cada composição há um tom da escala musical, um timbre de instrumento diferente e uma emissão de voz única, na qual a novidade é o contralto”, revela Espíndola.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email