Tensão em equipe permanece, apesar de vitórias de Hillary, diz jornal

Apesar das três vitórias obtidas pela pré-candidata democrata à Presidência dos EUA, Hillary Clinton, na última terça-feira nos Estados de Ohio, Rhode Island e do Texas, permanece em sua equipe de campanha a hostilidade contra o principal estrategista da senadora por Nova York, Mark Penn, segundo reportagem do jornal diário americano “Washington Post”.
“A profunda hostilidade contra Penn (arquiteto da campanha de reeleição de Bill Clinton, em 1996) em uma hora de triunfo mostra o ambiente inflamável dentro da campanha de Hillary, uma operação em que o conflito e os campos em luta enfraqueceram uma candidata que já pareceu destinada à nomeação democrata”, diz a reportagem.
“Hillary agora enfrenta o desafio de explorar a oportunidade do momento ao mesmo tempo em que decide se a desavença em sua base de campanha, em Arlington, se tornou um obstáculo que requer sua atenção”.
De acordo com a última contagem de delegados da rede CNN, Hillary Clinton tem 1.424 delegados, enquanto seu rival e senador por Illinois, Barack Obama, conta com 1.520 delegados. Para alcançar a nomeação do Partido Democrata, o candidato deve reunir cerca de 2.025 delegados.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email