3 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Temporários têm resultado positivo

Levantamento mostra que mão de obra temporária mantém mercado ativo

Levantamento realizado pela Employer, empresa de RH atuante em todo país, traz números positivos sobre as ofertas de oportunidades no formato temporário. Foram mais de 770 mil contratos na modalidade somente no primeiro trimestre. De acordo com a empresa, a mão de obra temporária segue aquecida em 2022.

A geração de postos de trabalho no mês de março contabilizou mais de 280 mil oportunidades A projeção para o próximo trimestre também é otimista, conforme Vânia Montenegro, diretora de serviços de RH da Employer.

“Para o segundo trimestre, nossas expectativas são positivas. Esperamos um maior crescimento nas contratações temporárias devido às demandas periódicas com as datas comemorativas, como a Páscoa e em especial o Dia das Mães, que movimenta muito o comércio presencial e os sites de compras, refletindo também no setor de logística para a efetivação das entregas. Por conta da flexibilidade e a velocidade na contratação, o trabalho temporário é a melhor alternativa para as empresas com demandas periódicas e sazonais”, explica Montenegro..

Os investimentos na geração de emprego na modalidade também ocorrem em Manaus. “A depender do período e do cenário, empresários de vários segmentos abrem essas oportunidades. É o que afirma a gerente de RH, Cristina Silva, após a realização de alguns processos seletivos que demandaram candidatos à vaga. “A pandemia trouxe mudança significativa para o mercado de trabalho o que motivou a consolidação das vagas nesse tipo de formato. Essa tendência se mantém mesmo após o pico da pandemia no Estado. As empresas entendem que é mais vantajoso por uma série de fatores, mas também abrem portas para que esses contratos tornem-se permanentes”. 

Os dados da Employer são validados pela Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário) que contabilizou em 2021 mais de 2 milhões de oportunidades no Brasil, com crescimento de 20,6%. No ano passado, foram criados 2.415.419 novos postos na modalidade, frente a 2.002.920,00 em 2020. Foi o melhor resultado desde 2014, início da série histórica feita pela entidade.

Olegário Borges, CEO do Grupo Hunt, empresa de recrutamento e seleção, disse que um fator positivo que tem ajudado bastante na geração dessas vagas, especialmente na indústria, é a queda do dólar, em função da maioria dos insumos serem importados facilitando a compra dos produtos mais baratos. 

Ao mesmo tempo, ele pontua que há aspectos que atrapalham maiores contratações, entre eles às discussões em torno da  redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e a crise sanitária que tem impactado a China, reduzindo a saída de navio com contêineres e refletindo no processo logístico. Apesar dos gargalos, o mercado mantém-se otimista. “A partir de maio a tendência é melhorar. Um outro ponto positivo que vai  nos ajudar é a Copa do Mundo a indústria do polo eletroeletrônico deve vender mais TVs. O cenário está em crescimento ainda leve, mas de maio até julho a necessidade por mão de obra temporária vai aumentando e a partir de agosto deve se estabilizar com três grandes demandas; a Black Friday, o evento esportivo e o Natal, datas com forte apelo comercial”, comentou. 

Cadastro

O Grupo Hunt tem disponibilizado em seu site  http://grupohunt.com/vagas o cadastro para acesso aos processos seletivos realizados pela empresa. No YouTube  o grupo também dar dicas para conseguir ser aprovado em  entrevista de emprego através do link https://youtube.com/c/GrupoHunt

Vantagens

As vagas temporárias têm oferecido uma série de vantagens tanto para as empresas, como para os profissionais, segundo a Randstad consultoria global de Recursos, são elas:  

Para as empresas, garante agilidade e flexibilidade para se adaptarem a diferentes cenários de mercado ou aumento de demanda. Mas e para os profissionais? 

Para os talentos, as vagas temporárias são uma ótima oportunidade para ingressar ou retornar ao mercado de trabalho. Além disso é uma forma de atualizar e adquirir competências de acordo com as demandas do mercado, ampliar seu networking e ter a chance de mostrar seus potenciais que pode culminar em um a efetivação. No Brasil, de maneira geral,  há uma taxa de 20% de efetivação destes profissionais, de acordo com a Randstad. 

Direitos do trabalhador temporário

Na modalidade temporária, o trabalhador tem anotação em carteira e os direitos assegurados pela lei 6.019/1974. Entre eles, estão inclusos pagamento de horas extras, descanso semanal remunerado, 13º salário e férias proporcionais ao período trabalhado. Ele recebe 8% dos seus proventos a título de FGTS e o período como temporário conta como contribuição para a aposentadoria.

De acordo com a legislação, o trabalhador temporário pode ser contratado por até 180 dias, com possibilidade de prorrogação por até mais 90 dias. A efetivação pode acontecer a qualquer momento desse período. “Junto à Previdência, o trabalhador temporário também tem todos os direitos garantidos, como auxílio-doença, desde que se respeite a carência mínima exigida para o pagamento dos benefícios”, diz Vânia,  diretora de serviços de RH da Employer.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email