Tecnologia cria educação em tempo real

Uma parceria entre a sul-coreana Samsung Eletronics e o governo do Estado do Amazonas, através da Seduc (Secretaria de

Estado da Educação) permitiu que uma escola da rede estadual recebesse a primeira sala de aula inteligente, chamada de

Samsung Smart School. A turma de 40 alunos da Escola Estadual Eldah Bitton, do bairro Compensa (zona Oeste de Manaus)

aderiu à novidade na última terça-feira (2), com o uso de tablets. A solução educacional móvel permite que os alunos e

professores sejam beneficiados com uma ampla gama de informações do dispositivo móvel. A escola foi a primeira de sete da

rede estadual de ensino a participar do programa e também é pioneira no Brasil.
A aula inaugural teve a presença de autoridades do Estado e representantes da multinacional. Após uma rápida demonstração

das utilidades dos tablets e de sua interação entre professor e aluno, o vice-presidente para pesquisa e desenvolvimento da

Samsung, Yeun Bae Kin comentou sobre a responsabilidade social da empresa. “Tecnologia móvel é trabalhada por todas as

empresas que estão no topo e um dia será usada em todas as áreas. Com a educação não seria diferente. A chegada da

tecnologia da Samsung a esta escola é consequência, é uma forma de recompensar a cidade e reconhecer o aumento

expressivo da Samsung em Manaus, este é o compromisso que todas empresas tem de ter com a comunidade. Nós iremos

capacitar alunos e professores para o desenvolvimento de novas metodologias educacionais”, disse.

Expectativas
Mais salas de aula com conteúdo compartilhado online e avaliações automáticas no fim das atividades, serviriam para agilizar o

processo educacional. A otimização da tecnologia pedagógica disponibilizada pela multinacional sul coreana, deve servir de

exemplo para outras, é o que espera o secretário de Estado de educação, Rossieli Soares. “Este é um grande aporte nascido da

parceria entre o público e o privado, esperamos tirar do papel outras ações como essa. A primeira sala de aula com essa

tecnologia, irá acelerar o crescimento educacional e não estamos falando só de equipamentos, é um conjunto que trabalha

sincronizado para o ensino”, conta o secretário.

Olhando para o futuro
A novidade tecnológica, também é uma forma de democratizar a TI e fazer com que todos participem e tenham acesso.

Representando o governo do Estado, o vice-governador e ex-professor José Melo, comentou sobre a novidade para o ensino

amazonense: “Sou da época do giz e por um tempo ter curso de datilografia era essencial, era o bastante. Hoje o mercado de

trabalho tem outras exigências e não se pode ficar de fora. Nossos alunos não podem continuar com métodos ultrapassados,

sem os recursos que o mundo tem hoje”, fecha.

Samsung Smart School
A Samsung Smart School permite ao professor ensinar com eficiência e encorajar o aluno a participar de aulas cada vez mais

dinâmicas e interessantes pelo uso de conteúdo multimídia. O programa inovador oferece um ambiente de aprendizado mais

eficiente e flexível, para isso, o projeto conta com tela touchscreen de 60”, que substitui a lousa, um receptor de vídeo sem fio (All

share cast); tablets para alunos e professor; acessórios para tablets; um servidor; equipamento para recarregar os tablets

(Charge Station); rack (para guardar equipamentos de rede) e equipamentos de rede sem fio.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email