Tecnologia Blu-Ray ainda é limitada pelos altos preços

Em Manaus, está disponível para os aficionados em novidades tecnológicas, o sistema de mídia Blu-Ray (raio azul, em inglês) que oferece melhor desempenho de imagem a filmes e jogos. O produto é parecido com o popular DVD que conhecemos hoje, porém possui uma capacidade de armazenamento muito superior. Para se ter uma ideia, um disco Blu-ray possui capacidade de armazenar até 54 GB (Gigabytes), enquanto um disco normal de DVD armazena somente 8,5 GB. Essa maior capacidade proporciona a qualidade de imagem e de som em HD (High Definition, alta definição em inglês), além de poder conter até 12 horas de vídeo e som num único disco, quatro vezes mais que um DVD normal.
Segundo o vendedor Fábio de Castro, da Loja Mirai Panasonic, a procura por aparelhos é boa, chegando a vender um por dia. Fábio aponta a falta de procura pelo grande público, justamente pelo alto preço do reprodutor e das mídias, e também por não haver grande variedade de títulos em português. De acordo com o vendedor, o público consumidor atendido por ele, é um que pode importar títulos de fora. Em Manaus hoje, os principais vendedores de aparelhos reprodutores de Blu-ray são Bemol, Ramsons e a Mirai Panasonic.
O BD (Blu-ray Disc), como também é conhecido, ainda é muito caro, e precisa de um aparelho específico para reprodução. São poucas as opções de filmes e shows em catálogo. Um BD atualmente, pode chegar a R$ 90, passando dos R$ 150 se for importado. O valor é muito alto em comparação aos DVDs normais, que geralmente não passam de R$ 50. Um aparelho que reproduz discos Blu-ray hoje não sai por menos de R$ 1.000, não esquecendo que quando os aparelhos de DVDs utilizados hoje foram lançados, por serem novidade, custavam mais ou menos esse preço.
O estudante de Marketing, Fabrício Moraes, 26, trocou há dois meses seu aparelho de DVD convencional, por um Blu-ray, pagando um alto preço (cerca de R$ 2 mil), mas segundo ele, compensou, pois é como se tivesse um cinema em casa. No entanto Fabrício aponta a falta de títulos como um dos contras, “muitas vezes eu quero comprar um disco de show ou filme, mas não acho no formato Blu-ray, aí tenho que comprar o convencional”, comentou. É importante enfatizar que para obter o máximo de qualidade com essa tecnologia, é preciso utilizar uma TV de alta definição (Plasma ou LCD).
Um dos pontos positivos, pelo menos para as grandes companhias de filmes, música e jogos é que não se encontrou maneira de piratear esse tipo de tecnologia. Uma das responsáveis pela popularização do Blu-ray é a Sony Computer Entertainment, que lançou no início de 2007 o Playstation 3, videogame que reproduz jogos e filmes na tecnologia. Umas das opções que o disco Blu-ray oferece é a atualização do conteúdo do mesmo. Por exemplo, se a pessoa compra um disco de filme, ela pode baixar legendas em outros idiomas, extras diversos, cenas inéditas, trailers e qualquer outro material promocional liberado pelo fabricante, através da internet, atualizando o disco com os ­dados baixados.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email