6 de maio de 2021

Teatro Amazonas 124 anos é o mais belo do país

O maior templo da cultura amazonense, o Teatro Amazonas comemorou 124 anos no dia 31 de dezembro de 2020. Devido ao aumento de contaminações por conta da segunda onda de covid-19 as comemorações se limitaram à divulgação de um vídeo por via da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, com informações preciosas sobre um dos maiores patrimônios do estado.

O vídeo contou com a participação de um personagem especial: O “Professor Mário” um personagem criado para homenagear Mário Ypiranga Monteiro, um dos grandes intelectuais do Amazonas. Interpretado pelo ator Roger Barbosa, da Cia. Metamorfose, o professor fala sobre algumas das características do prédio histórico e apresenta o Teatro para o público.

“Já interpreto esse personagem há quase 20 anos, desde que foi criado o projeto ‘Livro Vivo’, e assim o Teatro Amazonas virou minha segunda casa. Tenho um carinho muito grande por esse personagem e pelo lugar. Para mim, é uma honra estar participando deste momento, em que este patrimônio comemora 124 anos, sendo um Prédio-símbolo de nossa atividade cultural do nosso estado”, declara o ator.

O vídeo especial foi lançado nas redes sociais por via da Secretaria de Cultura (@culturadoam) no dia 31/12/2020. “Queríamos lembrar esta data tão importante de alguma forma, e por isso pensamos neste vídeo, com muito carinho, e também com um personagem tão importante na história do nosso estado”, declara o secretário da Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

Os espaços culturais do Estado estão fechados para visitação até o dia 10 de janeiro, quando uma nova agenda vai ser reestruturada, conforme o cenário no estado. O público pode conhecer o Teatro Amazonas de forma virtual na aba “Cultura Sem Sair de Casa”, no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br). Nesse site o visitante encontrará uma visita em 360º e observar o Hall, Salão de Espetáculos, Salão Nobre, pavimentos, além de encontrar informações relevantes sobre o prédio histórico.

O Teatro Amazonas, está localizado no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus. Foi  inaugurado no dia 31 de dezembro de 1896 e tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1966, o Teatro preserva parte da arquitetura e decoração originais. O estilo arquitetônico é renascentista, com detalhes ecléticos.

A recuperação do Turismo

Ao considerarmos os profundos impactos da pandemia na indústria mundial de viagens, deixa atônito qualquer empresário ou cliente do setor, mas depois dessa pesquisa  divulgada pela Oxford Economics Company que mostra a recuperação do setor cada vez mais próxima, uma corrida ao pódio se avoluma em todo o planeta. O estudo foi publicado no blog da instituição no dia 14/12/2020, com uma importante declaração de Adam Sacks, presidente da Tourism Economics, ‘A recuperação é inevitável’, afirmou o especialista.

A economia global está em recessão, com queda de 4,2% do PIB em 2020. A recuperação em 2021 será a mais rápida em 40 anos, conforme a demanda reprimida retorna em grande escalada, embora a recuperação seja desigual devido à distribuição de vacinas, estrutura setorial e apoio às políticas governamentais.

Foram abordados cinco temas, sempre considerando o aumento do ritmo de confiança do consumidor conforme a vacinação se amplia. As novas vacinas irão motivar o retorno ao crescimento das viagens em 2021, conforme o resultado divulgado: 80% dos viajantes indicam retorno em até seis meses da contenção do vírus. 15% Não vão esperar a viagem será imediata; 34% 1 à 2 meses; 32% em torno de 6 meses; 15% em torno de 1 ano; 5% sem previsão de viagem.

A Retomada

Recuperando alguns números e declarações publicados pela Tourism Economics, uma área da Oxford Economics Company, segue algumas fases da retomada no Brasil e no mundo.

Entre os dados apresentados estão à relevância da chegada e como esse processo pode ser benéfico para a volta da rotina de viagens, as mudanças no comportamento do turista e as tendências pela busca de viagens mais curtas.

O longo prazo será suportado pelo aumento da classe média, que representa 59% do gasto de lazer com hospedagem, e também por viagens em mercados emergentes. A expectativa de crescimento da classe média por país até 2035 tem nova tendência:

Os viajantes irão optar por destinos mais próximos de casa, incluindo mercado doméstico e maior foco em viagens mais sustentáveis. E o Brasil está entre os maiores potenciais para essa adaptação, juntamente com Estados Unidos, China e Indonésia.

Grandes mercados externos terão a oportunidade de se converterem em mercados domésticos com as viagens de lazer que irão liderar o programa, uma vez que as viagens de negócios serão moderadas. O resultado da pesquisa comprova que as viagens de lazer domésticas ultrapassam a ‘linha’ de 2019 já em 2022.

Tendências da nova década

O ano de 2021 veio recheado de coisas que vinham avançando lentamente no ano anterior e, vem tomando forma robusta neste momento em que, a pandemia também assusta nessa segunda onda, com possibilidade de se tornarem uma constante por longos anos. O comportamento das pessoas e dos negócios mudou em 2020 de um jeito que nunca tinha sido visto na história da humanidade. Isso faz com que tenhamos novos desafios nesta nova década: descobrir quais são as mudanças que vieram para ficar e aquelas que são apenas temporárias, para lidarmos com a pandemia, e cairão no esquecimento em pouco tempo. Te ajudar a navegar neste momento tão complexo é o grande objetivo por trás deste report de tendências feito por Exame Academy e ACE. Aproveite!

Escritórios on 

Escritórios sem endereço é a forma como lidamos com os escritórios. Ao descobrir que era possível uma nova forma de trabalhar, as empresas começaram a olhar para as vantagens deste novo modelo. Uma pesquisa feita pela Cushman & Wakefield apontou que 74% das empresas pretendem manter o trabalho de casa como uma opção definitiva no pós-pandemia. Essa nova forma de encarar o trabalho remoto destrava uma série de tendências que devem ganhar força ao longo de 2021: dos “resort offices” (hotéis paradisíacos com boa infraestrutura para os hóspedes manterem a rotina de trabalho) às empresas e técnicas que facilitam a gestão remota de pessoas

Vídeos em alta

O reinado dos vídeos cresce com a impossibilidade de encontros, reuniões e eventos presenciais. A explosão de lives e os resultados dos aplicativos de videoconferência (as ações do Zoom na Nasdaq, bolsa de valores das empresas de tecnologia, chegaram a se valorizar 775% ao longo do ano) evidenciando a entrada dos vídeos na vida de todos com a certeza que 2021 seguirá no dia a dia das pessoas – seja pelos serviços de streaming para nichos, a transmissão online de grandes eventos esportivos, o live commerce ou outros usos que ainda desconhecidos.

Startups

No Brasil, o investimento em startups está tradicionalmente ligado aos fundos de venture capital ou a pessoas físicas com grande apetite ao risco. Um dos motivos por trás disso é o fato de os investimentos em startups terem uma liquidez muito baixa. Este é o ano de mudanças deste cenário, tanto no Brasil, com a estreia de diversas startups na Bolsa de Valores nos últimos meses de 2020, como globalmente, com a consolidação de plataformas como a CartaX, que se propõe a ser um facilitador para negociações secundárias, dando aos investidores novas chances de negociar suas participações.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email