Taxa de juros média sobe para 35,1% em janeiro

Os juros de empréstimos bancários começaram 2010 em alta, de acordo com dados divulgados ontem pelo Banco Central. A taxa média de juros ficou em 35,1% ao ano em janeiro, contra 34,3% a.a. em dezembro. Em janeiro de 2009, no auge da crise econômica, estava em 42,4% a.a.

Os juros de empréstimos para pessoa física fecharam janeiro em 43% a.a. Em dezembro, o valor havia sido de 42,7%, quando atingiu o menor nível da história. Em janeiro do ano passado, a taxa média para pessoa física era de 55% a.a.

Para linhas destinadas a pessoas jurídicas, a taxa média foi de 26,5% a.a., contra 25,5% em dezembro e 31% em janeiro do ano passado.

Queda na inadimplência

Já a inadimplência no pagamento dos empréstimos caiu em janeiro para 5,5%, contra 5,6% no mês anterior. É o menor patamar desde abril do ano passado. Em janeiro de 2009, a inadimplência estava em 4,6%.
Para pessoas físicas, a taxa caiu para 7,7%, contra 7,8% no mês anterior. Em relação aos empréstimos feitos para empresas, a inadimplência se manteve no mesmo patamar de 3,8% registrado em dezembro. São considerados inadimplentes os empréstimos com atraso superior a 90 dias.

Spread bancário’

A diferença entre o que os bancos pagam para captar o dinheiro e os juros cobrados de seus clientes – o “spread’’ bancário – também subiu para 25,1 pontos percentuais, contra 24,4 p.p. em dezembro, quando registrou a menor taxa desde dezembro de 2007.
No mês de janeiro de 2009 estava em 30,5 p.p.
O “spread’’ para pessoas físicas foi de 31,8 p.p., contra 31,6 p.p. em dezembro e 43,5 p.p. em janeiro de 2009. Para empresas, ficou em 17,5 p.p., contra 16,5 p.p. em dezembro. Em janeiro do ano passado, foi de 18,8 p.p..

Cheque e crédito pessoal

Os juros de duas das principais modalidades de crédito para pessoas físicas começaram 2010 em alta, de acordo com dados divulgados pelo Banco Central.
Os juros do cheque especial encerraram janeiro em 161,1% a.a., 2 pontos percentuais acima do registrado em dezembro. Apesar de continuar como a das modalidades de financiamento que tem uma das maiores taxas do mercado, a taxa registrou queda de 10,9 pontos percentuais em 12 meses.

Já os juros do crédito pessoal subiram 0,4 ponto percentual, ficando em 44,8% a.a. em janeiro. Em janeiro de 2009, estava em 56,5% a.a. Por outro lado, os juros para financiamento de veículos registraram queda de 0,2 p.p., ficando em 25,4% a.a. Em um ano, essa modalidade registra queda de 9,5 p.p.
A taxa média de juros de empréstimos bancários ficou em 35,1% ao ano em janeiro, contra 34,3% a.a. em dezembro. Em janeiro de 2009, no auge da crise econômica, estava em 42,4% a.a.

Os juros de empréstimos para pessoa física fecharam janeiro em 43% a.a. Em dezembro, o valor havia sido de 42,7%, quando atingiu o menor nível da história. Em janeiro do ano passado, a taxa média para pessoa física era de 55% a.a.
Para linhas destinadas a pessoas jurídicas, a taxa média foi de 26,5% a.a., contra 25,5% em dezembro e 31% em janeiro do ano passado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email