Suzano Papel e Celulose tem lucro recorde no trimestre e reduz custo-caixa

A Suzano Papel e Celulose, uma das maiores produtoras integradas de celulose e papel da América Latina, registrou volume de vendas e lucro recorde no segundo trimestre de 2009 e reduziu o custo-caixa de produção.
Na Unidade de Negócio Celulose, o destaque foi o volume de vendas recorde do trimestre e a melhoria das condições de mercado. Foram comercializadas 547,6 mil toneladas, volume 30,1% superior ao primeiro trimestre de 2009 e 55,4% superior ao mesmo período do ano.
O resultado se deu em função do incremento dos volumes comercializados na China, Europa e Brasil e manutenção das vendas no mercado norte-americano. No consolidado semestral, as vendas de celulose somaram 968,6 mil toneladas, 38,3% acima do primeiro semestre de 2008.
A receita das vendas de papel cresceu 18,1% no período, com volume total de vendas de 313,7 mil toneladas, 34,6% e 10,8% superior ao segundo trimestre de 2008 e ao primeiro trimestre de 2009, respectivamente. Assim, a Suzano garantiu a liderança em papéis para imprimir e escrever no trimestre com vendas de 111,8 mil toneladas no mercado interno, com crescimento de 21,5% sobre o perío­do imediatamente anterior.
O volume total de papel cartão comercializado no segundo trimestre atingiu 67,2 mil toneladas, aumento de 34,2% e 3,1% em relação aos três primeiros meses de 2009 e igual período do ano passado.
O segundo trimestre foi marcado pela reversão dos sentimentos de falta de confiança e aversão a riscos que prevaleceram entre os agentes econômicos desde a segunda metade de 2008. Assim, embora os dados econômicos dos países centrais permaneçam fracos, o crescimento chinês e o melhor desempenho dos demais mercados emergentes relevantes, com exceção da Rússia, impulsionaram a recuperação dos preços dos ativos, incluindo as principais commodities. Esse movimento transmite a sensação de que o pior momento da crise já passou.
O volume total de vendas de papel e celulose no segundo trimestre foi de 861,3 mil toneladas, 31,7% superior aos primeiros três meses do ano e 35,6% superior ao mesmo período de 2008. No primeiro semestre, o volume total de vendas da empresa foi superior a 1,5 milhão de toneladas ou 20,8% acima do mesmo período do ano passado.
A Suzano apresentou receita líquida de R$ 1,1 bilhão no segundo trimestre de 2009, 16,6% e 9,5% acima do primeiro trimestre de 2009 e segundo trimestre de 2008, respectivamente. A geração de caixa, medida pelo Ebitda, somou R$ 548 milhões no semestre, com margem de 26,8% em relação à receita líquida do período.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email