A minha inspiração para o artigo de hoje tem endereço certo, mais particularmente no meu prédio. Pegamos o elevador juntas e ela me perguntou se a gramática havia mudado quanto ao gênero do substantivo “bebê”. O andar chegou deixando eu e ela com um gostinho de quero mais. Quando o papo é agradável acontecem essas coisas, não é mesmo? E, juntamente com “bebê”, escolhi mais outra palavra e também uma expressão. 

O BEBÊ X A BEBÊ

O que a minha vizinha afirmava é que não existe o gênero feminino para esse substantivo, isto é, há somente “O BEBÊ”. E sabe que ela estava certa? Ex: 1. “O bebê da Julie é uma menina linda” (correto). 2. “A bebê da Julie é uma menina linda” (errado). Acredito que alguns de vocês tenham ficado surpresos e, vejam, que algo diferente ocorre com o vocábulo “neném”/”nenê”, eles são comuns de dois gêneros. Ex: 1. “O neném/nenê chorou bastante nessa madrugada”. 2. “A neném/nené foi passear na pracinha”.

A SOVINA X O SOVINA

Assim como “neném e nenê” aqui estamos diante de mais um comum de dois gêneros, isto é, existe uma forma igualzinha para os dois gêneros, ela serve tanto para o masculino quanto para o feminino. O que especificará são os artigos, os pronomes etc. Ex: “Ele era conhecido nas redondezas como o sovina-mor”. 2. “Aquela, sim, era uma sovina declarada”. Sovina possui quatro acepções no dicionário, no entanto, eu trarei a mais conhecida. “Sovina. subst.. 2 g. e adj. 2 g. 03. Avaro.” Ex: “O sovina pediu um centavo de troco!” 2. “Era conhecido como sovina, e não se aborrecia por isso”. Sendo assim, trata-se daquele que é demasiadamente seguro quanto às finanças.

À PAISANA X A PAISANO

Estamos diante de uma expressão, observem, de uma e não de duas. A correta é a primeira, “à paisana”, mesmo que se trate de gênero masculino. Ex: 1. “Era formatura dos oficiais, mas Marion foi à paisana, afinal não estava de serviço” (correto). 2. “O tenente foi à paisana, pois ia apenas buscar um documento do quartel” (correto). 3. “Lauro estava ontem a paisano quando era para estar fardado” (errado). Fica a dica.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email