10 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Supermercados devem aumentar contratação temporária no fim de ano

O segmento de supermercado, deve puxar o volume de contratações temporárias para o Natal no Amazonas. De acordo com o levantamento realizado pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), a previsão é que cerca de 495 oportunidades serão ofertadas para suprir as necessidades de fim de ano. A entidade prevê que em 2021, as tradicionais oportunidades para o período cheguem a 1.216 vagas em vários segmentos.

O presidente em exercício da Fecomércio-AM (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas), Aderson Frota, lembra que o setor além de ser  a posição de maior empregador do Estado,  ele também é quem gera a maior participação de todos os recursos da própria economia. “E o atendimento à população importa naturalmente na contratação de novos postos de trabalho. Apesar de todas as restrições impostas por conta da pandemia e o aumento dos custos devido à inflação, o comércio segue num processo de retomada..

De acordo com Frota, o varejo segue um calendário comercial que é cumprido e injeta um novo vigor e uma nova perspectiva no varejo. Mas ele reitera que as dificuldades que cercam o cenário impactam também no mercado de trabalho, contudo o setor tende a superar  e acreditar que é possível que até o fim do ano o mercado de trabalho no ramo de comércio e serviço se expanda para mais de 1,2 mil novos postos de trabalho. “Isso é importante. Gera renda, qualidade de vida e movimenta a economia”. 

“A nossa expectativa é ter um fim de ano positivo. O Natal é a melhor data do nosso calendário. O mercado de trabalho também já sinaliza um aumento dessas contratações. O comércio já viveu crises muito maiores e se recuperou é mais um momento de crise, mas esperamos que no fim de ano a gente possa festejar o crescimento mais robusto. A  nossa perspectiva é favoravel”, acrescenta Aderson Frota.

Este ano, a previsão da CNC é a maior para as contratações temporárias em 8 anos. A CNC prevê um quantitativo de 94,2 mil contratos temporários com vagas em todo país. Em relação ao mesmo período do ano passado existe uma previsão de aumento de 3,8% nas vendas natalinas. Há também previsão de crescimento de 5,1% no salário médio ante mesma época do calendário anterior, e taxa de efetivação de 12,2% do total de vagas temporárias.

Supermercados

Até o final do ano, o Carrefour abrirá 100 vagas em Manaus. As oportunidades são direcionadas para diversos cargos e estão distribuídas para atuar nos hipermercados e drogarias da rede em Manaus. Somente no primeiro semestre deste ano, o Carrefour contratou mais de 5 mil colaboradores em todo o Brasil, que auxiliaram a companhia a consolidar a posição de liderança no varejo nacional e a presença em todas as regiões do país.

Para se candidatar, um dos pré-requisitos é que o profissional se identifique com o propósito do Carrefour de contribuir para um mundo melhor, aplicando este comportamento durante todas as suas relações. A companhia incentiva fortemente a diversidade e inclusão, buscando candidatura de pessoas com deficiência e dos mais diversos perfis, além de contar com programas de formação de lideranças voltados para mulheres e pessoas negras. Nas contratações, são levadas em conta tanto as aptidões individuais que atendem às exigências das vagas quanto a meta de diversificação do time.

Outros dados

Segundo a entidade, os nichos de vestuário e de hiper e supermercado devem puxar o volume de contratações. São previstas 57,91 mil vagas  e 18,99 mil, respectivamente. Oito em cada dez vagas criadas devem ser preenchidas por vendedores (60,7 mil) e operadores de caixa (15,2 mil), informou ainda a entidade.

Em 2020, a contratação de temporários para o Natal foi a menor em cinco anos, com cerca de 68,3 mil vagas, considerada  a menor oferta em cinco anos. O que significa que a projeção para 2021 está associada à recuperação ante ano anterior.

A estimativa positiva é embasada em aumento de circulação de consumidores, com avanço de vacinação contra Covid-19, o que deve conduzir ainda a uma alta de 3,8% nas vendas natalinas, ante 2020.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email