Supermercados aumentam oportunidades de contratação

Diferente de outros setores que precisaram fechar as portas e suspender as atividades durante a pandemia, teve um que sobressaiu nos últimos meses – o setor supermercadista. 

Por se tratar de atividade essencial, o funcionamento do setor garantiu excelente performance, os resultados têm se mantido próximos a projeção da Abras (Associação Brasileira de Supermercados) com crescimento de 3,9% de crescimento em 2020. Na contramão da crise, o setor tem oferecido muitas oportunidades de contratação o que devem aumentar no fim do ano. 

O Carrefour está com mais de 100 vagas efetivas em aberto no Amazonas. As posições são para atuar nas lojas da rede e profissionais com ou sem experiência podem se candidatar. São diversas oportunidades para os cargos de agente de prevenção, recepcionista de caixa, vendedor, repositor, balconista, auxiliar de perecíveis, promotor de serviços financeiros, padeiro, açougueiro, técnico em manutenção, operador de CD, farmacêutico entre outras.

De acordo com o gerente de Atração de Talentos Operações do grupo, Sílvio Xavier, com a chegada da pandemia, o Carrefour Brasil afastou funcionários de grupos de risco e implementou o home office para funções administrativas. Com isso, 9 mil pessoas foram

contratadas não só para suprir este afastamento, mas também, para reforçar a operação de e-commerce e preencher novas posições que foram criadas, como: aferidor de temperatura, higienizador de carrinhos, entre outras. 

O processo de inscrição foi totalmente digital, por meio da nossa parceria 99jobs. Os candidatos com os perfis adequados às vagas foram direcionados para entrevista em loja com o gestor. Os que foram contratados, tiveram todo o seu processo de admissão digitalizado para envio da documentação, por meio da Acess o Digital, nossa parceira em Departamento Pessoal, facilitando a vida deste novo colaborador, economizando tempo e dinheiro.

Enquanto muitos segmentos precisaram frear contratações, o grupo trouxe  oportunidade. “Por sermos um serviço essencial, permanecemos aberto para continuar atendendo a população, com toda a segurança necessária. Com isso, a abertura destas vagas foi necessária e ajudou a contribuir para que milhares de pessoas mantivessem sua renda mensal”, disse.

O grupo já traça um plano de contratação na modalidade de temporários para as festas de fim de ano. Para atender a demanda das festas como Natal e Ano Novo, eles pretendem contratar mais 3 mil funcionários em todo o país. As posições são efetivas e abrangem cargos de recepcionistas de caixa, repositor e agente de prevenção. 

Processo Seletivo Digitalizado

Quem tiver interessado em participar da seleção, todo o processo de candidatura é feito digitalmente, com o candidato se inscrevendo para uma das vagas no portal do carrefour.99jobs.com. Dentro da plataforma, após o cadastro do currículo, alguns testes obrigatórios são disponibilizados ao candidato. Ao final, o departamento de Recursos Humanos do Carrefour faz uma análise dos perfis do candidato e, tendo compatibilidade com a vaga, encaminhar o candidato para uma entrevista técnica com a loja.

Assim que aprovado, todo o processo de admissão é realizado por meio digitais, com o candidato fazendo o envio dos documentos direto pela plataforma da Acesso Digital, parceira do Carrefour para os processos de departamento pessoal, garantindo mais agilidade e ajudando o candidato a ter menos gastos com deslocamento e neste momento de pandemia  evitar o risco de contágio da Covid-19.

Benefícios

Além de oferecer capacitação e investir na formação dos seus colaboradores para exercer suas funções, a rede oferece aos funcionários inúmeros benefícios, como: assistência médico-hospitalar e odontológica, convênio farmácia e ótica, Cartão Carrefour que oferece descontos para colaboradores, plano de previdência privada, seguro de vida, restaurante no local e vale-transporte, entre outros.

Para conhecer todas as vagas abertas os interessados devem se inscrever no site: http://carrefour.99jobs.com

Mais oportunidades

Com foco no plano de expansão da marca,  a rede de Supermercados DB recebeu até o dia 30 de outubro currículos para diversas oportunidades. A contratação de 30 novos profissionais vai ampliar o time para vagas diretas como operadores de lanchonete, que incluem serviços de atendimento especializado, manuseio e preparação e lanches rápidos para os clientes. 

Segundo informações da rede, as contratações estão sendo feitas por causa dos projetos de expansão da marca. Além das contratações, também serão feitas capacitações de seus colaboradores para qualificá-los ainda mais nas mais diversas áreas. “Dentre as áreas de expansão destacamos os Empórios DB, onde estaremos oferecendo serviços diferenciados de lanchonete”, assegurou a diretora de Recursos Humanos da empresa, Elane Medeiros.

Ainda de acordo com ela, as contratações e capacitações são uma maneira que a empresa buscou para continuar sendo a maior da Região Norte. “O DB orgulha-se de ser 100% Manauara e de ser a maior rede de supermercados da região norte do Brasil e estamos permanentemente em busca de aprimoramento para continuar merecendo a confiança de nossos clientes”, afirmou.

Estudo

O mercado varejista concentra grandes empresas e é responsável pela geração do maior número de empregos formais do país. Isso é o que revela o Ranking IBEVAR-FIA 2020, elaborado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR) em parceria com a FIA. O trabalho lista as maiores empresas do varejo por faturamento. Segundo dados de 2019, em primeiro lugar está o Carrefour, com receita de R$ 62,2 bilhões e crescimento de 10,4% em relação a 2018, seguido por Grupo Pão de Açúcar (R$ 61,5 bilhões), com alta de 14,8; Via Varejo (R$ 29,8 bilhões), com queda de 2,4%; Grupo Big (R$ 24,5 bilhões), com avanço de 6,5%; e Magazine Luiza (24,4 bilhões), com crescimento de 17%.

De acordo com o ranking, as 120 maiores empresas, exceto veículos, representam 39,9% do varejo de bens, que movimentou R$ 1.806.367,6 milhões no ano passado. Já o consumo total das famílias foi de R$ 4.712.375,5 milhões.

Dentre os setores considerados, os que tiveram maior participação no mercado foram Veículos, motos, partes e peças, com 37,8%, seguido por Hipermercados, supermercados, bebidas e fumo, com 15%, Material de construção, com 12,9%, e Móveis e eletrodomésticos, com 10,6%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email