Sudam tem diretores definidos

A nomeação da diretoria da Sudam (Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia), publicada no Diário Oficial de quarta-feira, traz mais traquilidade para o empresariado amazonense. A notícia foi concedida ao Jornal do Commercio pelo superintendente Djalma Me­lo, que confirmou a posse dos três novos diretores prevista para a próxima semana, com a presença do ministro de Integração Nacional, Ged­del Vieira Lima.
Para assumir a diretoria de Planejamento, foi nomeado o economista matogrossense Pepeu Gomes, que já havia sido superintendente-adjunto de Planejamento da Sudam entre julho de 1999 e março de 2001. Como diretora de Administração e Finanças assume a psicóloga amapaense, com MBA em auditoria, Georgett Cavalcante e na diretoria de Atração de Investimentos e Administração de Incentivos e Fundos Fiscais, assume Inocêncio Gasparim, que também já atuou na ADA (Agência de Desenvolvimento da Amazônia).
A divulgação da nova diretoria animou os representantes empresariais. “Esta notícia traz tranquilidade para as empresas do Pólo Industrial de Manaus, pois com a retomada das atividades da Sudam a prerrogativa dos benefícios do Imposto de Renda deve ser retomada”, destacou o presidente do Sinaees (Sindicato da Indústria de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares de Manaus), Wilson Périco.
Segundo o dirigente, empresas instaladas no PIM, que usufruem dos benefícios fiscais, vinculadas ao IR, então, administradas pela ADA/Sudam, estão temerosas diante da desativação da autarquia, por isso a definição dos diretores mostra um grande passo para que as organizações possam se respaldar para o benefício.
O presidente da Aficam (Associação das Indústrias e Empresas de Serviços do Pólo Industrial do Amazonas), Antonio Carlos Lima, compartilha da mesma posição. “Para nós essa notícia é muito positiva, pois estávamos na expectativa. Isso por que as empresas não param suas atividades, mas o governo demora muito a nomear os responsáveis e isso pára a expansão da indústria”, disse.
Na avaliação do dirigente, essa nova posse deverá facilitar e agilizar o processo, principalmente por que um dos principais pleitos atuais da Aficam é referente à inclusão dos projetos que ficaram de fora do Decreto 4212, relacionados à concessão de incentivo do Imposto de Renda. O referido decreto define os setores da economia prioritários para o desenvolvimento regional, nas áreas de atuação da Sudam.
De acordo com Djalma Melo, após a nomeação e a posse, será dado segmento a análise de projetos.

Formação
do conselho

A formação do novo Conselho de Administração da Sudam foi reformulada. Segundo Djalma Melo, o “conselhão” será composto pelos governadores da região amazônica, tendo como suplentes, os vice-governadores. Além deles, constituirão a equipe os ministros de Estado como titulares e os secretários-executivos dos Ministérios, atuarão como suplentes. A primeira reunião anual será presidida pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email