Startup Lutti lança o primeiro mercado sem atendentes e caixas em condomínio de Manaus

Tá no meio do churrasco: picanha assando, cerveja geladinha, o pessoal chegando e aí você se dá conta de que acabou a farinha pra fazer aquela farofa de bacon deliciosa. E agora: larga tudo, pega o carro e vai ao mercado ou deixa pra lá?! Bom, para os moradores do Condomínio Residencial Renaissance, localizado na zona Oeste de Manaus, esse tipo de situação está prestes a ficar no passado. Tudo porque na próxima semana o condomínio contará com o `Lutti by Pátio Gourmet´, primeiro mercado autônomo da cidade. 

Esse tipo de negócios é recente no planeta. Em 2018, o primeiro passo foi dado pela Amazon, com o Amazon Go, mercado 100% físico e que – à época – parecia coisa de outro mundo e ninguém imaginava que a pandemia estava a caminho, e que mudaria nossos hábitos de consumo. A Amazon não foi a única a investir no modelo de negócios que muda o papel do cliente no varejo, facilita a vida de muita gente e tem um baita potencial de crescimento.  

E agora é a vez de Manaus entrar no circuito das cashierless stores (lojas sem caixa, em tradução literal), por meio da startup Lutti em parceria com o Superatacado Nova Era. A loja funcionará 24 horas por dia, todos os dias da semana, e contará com produtos de necessidade básica, açougue, hortifruti, bebidas e itens de padaria. Um mix com 800 produtos distribuídos num espaço de 41 m2 permitirá ao morador comprar sem precisar de grandes deslocamentos, enfrentar aglomeração ou encarar a fila do caixa. 

Segundo Larissa Queiroz (foto), head de operações (COO) da Lutti, a ideia da criação da startup surgiu em 2019, quando o seu marido, Paulo Victor (foto), atual CEO da Lutti, tentou fazer uma compra durante a noite, mas não encontrou nenhum local aberto. “O Paulo já tinha esse espírito empreendedor desde criança, além da paixão que tem pela engenharia civil. A ideia surgiu quando ele tentou comprar um lanche de madrugada e estava tudo fechado, imaginou que facilitaria muito se existisse um mercado no condomínio e que funcionasse independentemente do horário. Daí surgiu o Lutti”, comenta.  

A loja autônoma atua por meio de aplicativo. O cliente deve baixar o app Lutti na Play Store e App Store, em seguida, é só preencher o cadastro com informações básicas e o cartão a ser utilizado para pagamento das compras.  Para entrar na loja, basta apontar o “Meu QR”, que aparece no aplicativo para o Qr Code presente na porta de entrada. O usuário pode escanear o código de barras dos produtos e finalizar a compra com o próprio celular. Outra opção é utilizar o totem de self-checkout para fazer o pagamento. Na saída, basta apontar o “Meu QR” para a porta abrir. 

Além da Larissa e do Paulo, o time Lutti conta com Miguel Aguiar, especialista em varejo; Marcelo Gastaldi, investidor; Pamela Gomes, facilities; Beatriz Luiz, scrum master; Brenda Rodrigues e Paulo Santos, designers; e Gerson Migueis, André Assef e Rafael Silvestrim, desenvolvedores. E se quer ter uma loja Lutti no seu espaço, é só entrar em contato pelo site (https://www.mercadolutti.com/) ou visitar as redes sociais @luttioficial e facebook Lutti Mercados Autônomos.

Mulheres no ecossistema financeiro representam 47% dos investidores 

Foi-se o tempo que investir no mercado financeiro era coisa de homem! Um estudo divulgado pela B3 e pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) prova que a presença feminina como investidoras e profissionais está cada vez maior no ecossistema financeiro do nosso país. O estudo Raio-x do Investidor 2021 apontou que 47% dos brasileiros que investem em produtos financeiros são mulheres. 

Essa mudança ocorre, principalmente, graças ao aumento de mulheres assumindo cargos de liderança. Outro levantamento, agora realizado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, avaliou 295 empresas brasileiras e mostrou que 78% delas têm mulheres em cargos de liderança. Para Daniela Schulz, professora de certificações na startup Eu Me Banco, resiliência feminina, qualificação e comprometimento com o trabalho são fatores que contribuem para o avanço das mulheres enquanto profissionais do mercado financeiro. É nóis!

Startup promete converter `carrinho´ abandonado em vendas 

Que as vendas online são um sucesso, a gente já sabe. Afinal, com as consequências da pandemia o comércio eletrônico foi o canal para efetuar a maior parte das compras. Mas, muita gente acaba deixando o carrinho e desiste da compra. Isso ocorre por causa do valor do frete, prazo de entrega, dentre outros fatores. Uma pesquisa realizada por uma consultoria especializada em e-commerce, aponta que 66% dos consumidores brasileiros deixaram o carrinho e não finalizaram a compra virtual. 

E, para resolver essa situação, os comerciantes encontraram na tecnologia uma aliada para fisgar os clientes que abandonaram o carrinho. É isso que vem fazendo a WeClever, plataforma de engajamento de clientes por meio de atendimento humanizado, um negócio pautado em ajudar empresas a venderem mais. 

Com taxas de conversão acima de 30% ao mês, a startup apresenta uma nota de 94 pontos no Net Promoter Score (NPS). Tudo graças a estratégia de realizar atendimentos humanizados, usando tecnologia de forma inteligente para conectar as pessoas.  

RÁPIDAS & BOAS

Neste sábado (25), a partir das 10h, acontece no Sumaúma Park Shopping um bazar com peças e acessórios dos influenciadores amazonenses Ludimila Queiroz, Carol Heinrichs e Victor Israel. Quem quiser participar/comprar é só doar 1 quilo de alimento não perecível, que será cedido a instituições de caridade.  O bazar será no piso Japiim (1º andar) do mall. 

*****************************

O SEBRAE, o IFAM Campus Parintins e a RAMI realizarão no período entre 27 de setembro e 1º de outubro, o 1º Inova Parintins Ideathon – Soluções Criativas e Inovadoras, com o tema “Inovação e Negócios Sustentáveis na Amazônia”. O evento, que é gratuito, será no formato híbrido e busca disseminar o empreendedorismo acadêmico, estimular a criatividade e a inovação nas IES de Parintins. Para mais informações, entrar em contato pelo e-mail ([email protected]) e as inscrições podem ser realizadas pelo link (https://bityli.com/HZrehY). 

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email