15 de maio de 2021

Startup de táxi voador vai começar a operar em 2023

A Volocopter, startup alemã de construção de aeronaves, anunciou que conseguiu arrecadar €200  milhões (cerca de R$ 1,3 milhões, na conversão atual) em uma rodada de investimentos. A empresa fabricante de helicópteros elétricos agora está investindo em um projeto de “táxis voadores”, que deve começar a circular em até dois anos.

Segundo o CEO, Florian Reuter, a empresa espera certificar o VeloCity nos próximos dois anos e iniciar as operações do táxi aéreo comercial logo em seguida. Paris e Cingapura devem ser as primeiras cidades a receber os serviços. A capital da França espera que os táxis aéreos já estejam estabelecidos na região para as Olimpíadas de 2024.

O Volocity está sendo desenvolvido desde 2011 e já participou de demonstrações públicas em eventos de tecnologia.

A lista de patrocinadores da startup é longa. Entre eles estão BlackRock, Atlantia SpA, Avala Capital, Continental AG, Tokyo Century e muitas outras empresas internacionais. De acordo com o CFO da empresa, Florian Reuter, o serviço oferecido pela Volocopter é complexo e exige um amplo ecossistema de investidores. “Muitos dos nossos parceiros estratégicos nos apoiam em diferentes aspectos da cadeia de produção, dimensionando componentes financeiros, entrando em mercados, melhorando as operações”, explica.

Estimativas do PitchBook apontam que a empresa esteja avaliada em US$ 624 milhões. Nos próximos anos, a Volocopter pretende lançar seus serviços na Europa, Ásia e nos Estados Unidos.

Samsung mostra como serão seus óculos de realidade aumentada

Dispositivo tem o objetivo de garantir mais mobilidade ao usuário 
Foto: Divulgação

Novos vídeos mostram como serão os óculos de realidade aumentada e virtual da Samsung. Segundo a empresa, o dispositivo tem o objetivo de garantir mais mobilidade ao usuário enquanto exerce atividades do cotidiano.

As imagens divulgadas pela empresa revelam duas propostas de modelos. A primeira chama-se “Samsung Glasses Lite” e mostra como poderá ser uma futura dinâmica de trabalho ou de lazer com os óculos. O utilizador poderá ver filmes ou a simulação de uma tela de computador projetada à sua frente, tudo de forma virtual. Os óculos também contarão com as opções de escurecer as lentes, protegendo os olhos do sol, e de praticar atividades ao ar livre, como controlar um drone.

A segunda proposta “Samsung AR Glasses” permite que o usuário coloque objetos 3D à sua frente, como se realmente estivessem no ambiente. A iniciativa segue a linha já vista no HoloLens da Microsoft.

Planos

A Samsung tem participado ativamente no desenvolvimento de dispositivos de realidade virtual e aumentada há anos. Em 2019, o diretor de relações com desenvolvedores, jogos e entretenimento da Samsung Electronics America, Farshid Fallah, comentou que a empresa estava desenvolvendo vários produtos de RA e VR para lançamento nos próximos anos.

No ano passado, a empresa registrou uma patente de óculos de RA para ajudar motoristas no trânsito. O documento mostra um aparelho capaz de exibir mapas e instruções diretamente nos olhos do motorista. O dispositivo também  poderia indicar pontos de postos de combustíveis e restaurantes no mapa. A solução evitaria que o usuário se distraísse olhando para o painel do veículo durante o trajeto.

Filtro do Instagram em RA mostra como a máscara N95 protege contra o coronavírus

Iniciativa é do New York Times
Foto: Divulgação

Com o agravamento da situação da pandemia no Brasil e no mundo, mais uma vez é preciso reforçar a necessidade do uso das máscaras no combate à propagação do coronavírus. Pensando nisso, uma iniciativa do jornal norte-americano The New York Times, em sua conta oficial no Instagram, ajuda na conscientização sobre a eficácia do acessório como uma barreira para as partículas que possam estar contaminadas, mais especificamente sobre a máscara N95, conhecida também como PFF2.

A iniciativa se trata de um filtro para o Instagram, desenvolvido em realidade aumentada, que “mergulha” dentro das fibras do material das máscaras N95/PFF2 e mostra qual é o caminho percorrido pelas gotículas que podem estar carregadas com o SARS-CoV-2. 

Como acessar o filtro

Para conferir o filtro em realidade virtual, é preciso acessar a página oficial do The New York Times (@nytimes) no Instagram pelo smartphone, clicar na terceira aba, a de efeitos, e procurar por “How Masks Work”. Então, basta clicar no efeito e, na sequência, em “Experimentar” para abrir o filtro.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email