Não há mal maior que aqueles enfrentados por Bolsonaro com a marca da honradez e da moral. Atacado e perseguido 24 horas por dia Bolsonaro tem força para se imunizar daqueles que o traem; dos que mentem; dos cínicos e hipócritas e de todos aqueles que não são brasileiros, mas comunistas que não vão residir na pobre e caótica Venezuela ou na nefasta Cuba ou mesmo na Jamaica já dominada pelo partido comunista da China.

Bolsonaro fora eleito para afastar o lulopetismo que destruira os cofres da Nação, bem como empresas sólidas e lucrativas como  a Petrobrás; hoje já começando a dar lucro; também fora eleito para eliminar a corrupção e o que vimos hoje é a inexistência desta em seu governo.

Contudo, enfrenta diariamente os atos que visam atingir seu governo e o Poder Executivo como um  todo, fruto do incessante bombardeio como soe ser aquele alusivo às Fake News, onde em seu penúltimo capítulo o Min. Alexandre de Moraes é acusado de abuso  de autoridade, cuja legitimidade não possui nos termos do voto do Min. Marco Aurélio de Melo.

E, agora o quadro da arbitrariedade é aumentado com a negativa de acolhimento do HC em favor de Sara Winter, a qual é vítima de perseguição política, conforme seus advogados, para quem nada cometera. Assim, erram  o Ministro, a PGR e a Min. Carmen Lúcia que negara o HC, quando até traficante de drogas e condenados políticos pertencentes ao PT e outros partidos já foram soltos por meio de HC.

Será que extremistas de direita possuem menos direitos que os de esquerda ou dos demais delinquentes? Sara Winter não fora condenada e seu defeito é ser bolsonarista; em face do que permanecer encarcerada é ato “manu militare” e, portanto sem respaldo legal.

Por outro lado os comunistas derrotados nas urnas não se lembram do caos a que submeteram nossos jovens nos últimos 14 anos de desvio de conduta e procedimentos na educação, propiciando o surgimento de diplomados sem cultura, cujo mercado não os recepcionará, posto que semianalfabetos até na língua portuguesa integram hoje um cenário de desastre.

Pretender que em um ano e meio de governo se recupere um passado destruidor dominado por doutrinadores de esquerda será sonhar com o impossível. Usar a saída de Weintreub para culpar a existência de gerações perdidas constitui-se em ato que beira a leviandade, até porque os comunistas, mesmo que alheios à educação para o futuro, só foram fiéis aos seus “princípios” quando acordaram para a destruição dos jovens hoje jogados nas ruas do ostracismo.

São diplomados, mas semi-analfabetos que amargam o  sono da derrota. Tivemos sim um “desastre de gerações”, conforme ESTADÃO, fruto da submissão da “educação” aos propósitos de governos corruptores. Advinhar o futuro é ter a visão míope própria dos que estão envenenados pelo sangue da maldade.

Buscar no passado o que deixamos de ser será sempre deixar de refletir sobre as necessidades do presente na busca de solucionar as demandas do futuro.

Nossa economia tem condições de tirar o país do atual quadro e, se assim não fosse, não teríamos tido um verdadeiro sucesso com o plano emergencial onde 46 milhões de brasileiros receberam cerca de R$ 1.800,00 cada um e será a primeira vez que os empregados e desempregados poderão sacar o equivalente a 1 SM da conta do FGTS… a tudo isto os derrotados nas urnas, por má fé ou por leviandade, omitem em seus noticiários frágeis, mentirosos uns e manipuladores outros, onde deturpam a verdade dos fatos. Pobres jornalistas que serão lembrados no futuro não como “ovelhas negras” da Nação, mas como os “paus mandados” da torpeza a que se prestaram.

*José Alfredo Ferreira de Andrade é Ex- Conselheiro Federal da OAB/AM nos Triênios 2001/2003 e 2007/2009 – OAB/AM-A-29 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email