27 de maio de 2022

No Papo Logístico, de hoje vamos falar sistemas de armazenagem. Acompanhe

Geralmente confeccionados em aço os sistemas de armazenagem são equipamentos de acondicionamento de matérias-primas ou de produtos acabados, por meio manual ou por equipamento de movimentação.

Existem diversos tipos de equipamentos de armazenagem que são utilizados de acordo com a necessidade do produto a ser armazenado e da área disponível. Algum tempo atrás, o conceito de ocupação física se concentrava mais na área do que na altura. Em geral, o espaço destinado à armazenagem era sempre relegado ao local menos adequado. Com o passar do tempo, o mau aproveitamento do espaço tornou-se um comportamento antieconômico.

Racionalizar a altura ocupada foi a solução encontrada para reduzir o espaço e guardar maior quantidade de material.  O conceito de “verticalização de cargas” tem como objetivo o máximo aproveitamento dos espaços verticais, contribuindo para o descongestionamento das áreas de movimentação e redução dos custos unitários de estocagem.

Armazenagem Pesada: São estruturas metálicas mais robustas apropriadas a suportarem cargas unitizadas, consideradas altas, cujo peso exige que sejam utilizados equipamentos para movimentação, como empilhadeiras, pontes rolantes ou transelevadores. 

Existem diversos tipos de estruturas de armazenagem pesada, utilizadas para as mais diversas situações que variam de acordo com a seletividade desejada, com a maior   ou menor facilidade de acesso a uma carga qualquer, com a  ordem de entrada e saída necessária e com o volume de armazenagem pretendido.

  • Porta-pallets convencional
  • dinâmico, 
  • push-back, 
  • drive in,  
  • drive thru, 
  • cantillever, 
  • etc.

Armazenagem Leve: São  conhecidas também como estanterias metálicas leves, constituídas por colunas em cantoneiras em “L” e prateleiras aptas a suportarem cargas máximas de aproximadamente 300klf. Estas estantes são adequadas para armazenagem de itens leves, de armazenagem manual. São utilizados normalmente em almoxarifados de pequenas          peças, arquivos mortos, etc. e de uma forma geral dispostas formando conjuntos com diversos módulos.

Estrado de madeira, plástico ou metálico utilizado como base de apoio de produtos acabados, matérias-primas, sacarias, caixas, etc. Para operação nas estruturas porta-pallets é mais seguro o pallet, cujos apoios sobre as longarinas sejam totais, sem saliência entre elas e preferencialmente que o pallet utilizado seja de madeira nobre, pois embora tenha um custo de aquisição maior, torna-se vantajoso, em termos de economia pela vida útil prolongada e pela maior segurança obtida. 

Existem diversos modelos e medidas de pallets, porém, atualmente o mais utilizado é o de padrão PBR confeccionado em madeira de lei que mede 1,00×1,20m, conforme a figura.

Para confecção de projetos de estruturas porta-pallets para armazenagem de pallets são necessários os seguintes dados:

  •  Medidas do pallet utilizado – Frente x Profundidade x Altura total (pallet + carga);
  •  O lado do pallet de entrada dos garfos da empilhadeira;
  •  No caso de pallets com medidas especiais, verificar as entradas e direção dos

apoios do pallet e também sua resistência;

  •  Carga total por pallet (kgf.);
  •  Tipo de material a ser armazenado;
  •  Tipo de empilhadeira ou equipamento utilizado para operação;
  •  Corredor operacional (entre pallets) para operação da empilhadeira;
  •  Alcance máximo dos garfos da empilhadeira;
  •  Pé direito disponível no prédio ou galpão;
  •  Planta da área com a localização das colunas pertencentes ao prédio ou galpão

e todas interferências da área tais como presença de ralos, hidrantes, extintores,portas, caixa de luz, etc;

PORTA-PALLETS CONVENCIONAL

É uma estrutura de armazenagem pesada estática, sendo a mais conhecida e utilizada no mercado dentre as estruturas de armazenagem de pallets, devido a sua grande funcionalidade e praticidade e também por ser a estrutura de menor custo por pallet estocado comparado com outros tipos de estruturas de armazenagem de pallets. No porta-pallets convencional, os pallets, são armazenados e retirados individualmente por empilhadeiras que se movimentam nos corredores. Utilizado, basicamente, para cargas paletizadas, pode ser utilizado também para armazenagem de itens variados (não paletizados) tais como: caçambas, bobinas, containeres, tambores, chapas, etc., através de diversos tipos de acessórios que podem ser adaptados nas longarinas, variando de acordo com o tipo de item a ser armazenado. A estrutura porta-pallets convencional pode ainda possuir revestimentos de madeira ou metálico sobre as longarinas normalmente utilizados para armazenagem manual, mas podendo também armazenar pallets sobre os planos. No caso de armazenagem manual, o porta-pallets convencional pode possuir um ou mais pisos intermediários ou superiores e se constituir um mezanino com escadas de acesso ao piso superior. Podem ainda ser operados com montacargas .

http://images04.olx.com.br/ui/5/22/45/1272163120_89911745_1-Fotos-de--Porta-Palets-em-Aco-para-Armazenagem-de-Produtos-Novo-1272163120.jpg

PORTA-PALLETS COM DUPLA PROFUNDIDADE

A estrutura porta-pallets com dupla profundidade é idêntica convencional no que se refere à forma construtiva, diferindo unicamente quanto à sua disposição: Conjuntos monofrontais duplos entremeados por conjuntos bi-frontais quádruplos e pela utilização de retentores traseiros de pallets entre as estruturas. Para este sistema, torna-se indispensável o uso  de empilhadeira especial tipo “deep reach” (alcance profundo) com garfos pantográficos.

Como é perceptível, este tipo de estrutura aumenta, consideravelmente, a densidade de estocagem com a diminuição do número de corredores, mas a seletividade cai a 50%, ao mesmo tempo em que a primeira carga a entrar será sempre a última a sair. Em função deste inconveniente, recomenda-se este tipo de estrutura para a armazenagem de cargas com mesmo tipo de produto e que não apresentem problemas quanto à data de validade dos respectivos produtos.

PORTA-PALLETS AUTO-PORTANTE

Neste sistema, são as próprias colunas das estruturas de armazenagem que suportam todos os esforços próprios do edifício, seja nas laterais ou na cobertura. Em função disso, a estrutura tem que ser estudada especialmente para que possa receber diretamente as paredes exteriores. É utilizado para alturas acima de 20 m e as tolerâncias tanto no projeto quanto na fabricação das estruturas são mínimas. Estas exigências são necessárias, pois são utilizados transelevadores operados por softwares (Sistemas automáticos).

http://www.jungheinrich.de/fileadmin/public/com/images/Regale/Palette/Hochregalsilo/RBG_E_0305_gross.jpg

PORTA-PALLETS  AUTO-VERTICALIZADO

A obtenção de altas densidades de armazenagem exige a utilização de sistemas, utilizando equipamentos não convencionais de movimentação, como empilhadeiras trilaterais e transelevadores capazes de operar em corredores intermediários, apenas ligeiramente mais largos que a empilhadeira. As empilhadeiras podem, por exemplo, movimentar-se em pistas delimitadas por guias laterais e vir equipadas com dispositivos especiais, capazes de girar a lança para operação lateral do pallet. Algumas instalações contam com empilhadeiras controladas por computador e são dotadas de sistemas automáticos de localização das mercadorias, sendo maior o custo do equipamento de movimentação e de pisos, que devem ser excepcionalmente bem nivelados. O uso de empilhadeiras é restrito à área de armazenagem, o que exige equipamento adicional para transportar os pallets e exigência de estrutura mais reforçada para suportar ou escorar o equipamento de movimentação. Geralmente mais altas que as convencionais, estas instalações exigem tolerâncias mínimas de fabricação.

http://www.pavlu-complex.cz/pavlu-complex/files/u326/Reg__lov___zaklada___2.jpg

Espero que tenha apreciado nosso Papo Logístico de hoje. Até a próxima.

Luiz Claudio da Silva

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email